Governo do Tocantins e parceiros visitam áreas de produção de soja na região da Lagoa da Confusão

O cultivo da soja no Tocantins segue em expansão e faz com que o Estado seja conhecido como o novo polo agrícola do Brasil. Nos últimos dez anos, a produção de grãos teve um crescimento superior a 180% na área plantada e 240% na produção, evidenciando o avanço tecnológico nas propriedades e ainda posicionando o Tocantins como o maior produtor de grãos da região Norte do Brasil.

Além dessa expansão, o Tocantins lidera ainda o mercado nacional de produção de sementes de soja, responsável por abastecer o Estado e também a demanda de vários outros, como sul do Maranhão e oeste da Bahia.

Em virtude desse crescimento, há toda uma preocupação do Governo do Tocantins em promover o desenvolvimento aliado à produção sustentável. Para acompanhar e manter o diálogo entre os produtores do grão, o Governo, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), realizará nesta sexta-feira, 11, uma visita técnica às áreas de produção de soja na região da Lagoa da Confusão.

Com a presença de autoridades do segmento, o ponto de encontro será na sede da Associação dos Produtores Rurais do Sudoeste do Tocantins (Aproest), com horário de saídas às 8h30. Em seguida, será realizada a visita aos Projetos de Cultivo de Soja na Bacia do Rio Formoso, bem como às áreas de captação de água para irrigação na região da Lagoa da Confusão.

Objetivo

Para o gestor da Seagro e Ruraltins, Thiago Dourado, a visita técnica tem como objetivo mostrar uma das regiões que oferecem condição ímpar na produção agrícola. “Lagoa da Confusão tem potencial zoneado para o plantio nas várzeas tropicais. Será possível conhecer os aspectos edafoclimáticos, a segurança fitossanitária das lavouras quanto à ferrugem asiática da soja, o trabalho realizado pelos produtores de forma sustentável na produção de soja e no manejo racional do uso das águas, onde não colocam em risco o ecossistema das bacias Formoso e Urubu”, pontuou o gestor, destacando que “além de verificar in loco a sustentabilidade deste sistema produtivo, a visita tem como objetivo manter o diálogo com os atores principais, que são os produtores, e reforçar o trabalho de todos os órgãos envolvidos para uma produção responsável”, reforçou.

A equipe do Governo será conduzida pelo secretário da Seagro e também presidente do Ruraltins, Thiago Dourado, ao lado do vice-governador, Wanderlei Barbosa; com a presença de representantes da Federação da Indústria e Comércio do Tocantins (Fieto), do Sindicato da Indústria do Arroz, da Embrapa, do comitê de Bacias do Rio Formoso, da Prefeitura Municipal de Lagoa da Confusão, da Associação Comercial, do Sindicato Rural, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e da Polícia Militar.

___

Edvânia Peregrini/Governo do Tocantins