Justiça Eleitoral fecha comitê clandestino de Amastha em Araguaína

Publicidade

Publicidade

Acaba de ser fechado em Araguaína o comitê eleitoral de Carlos Amastha (PSB), candidato a governador na eleição suplementar do Tocantins.

A determinação foi da Justiça Eleitoral, nesta terça-feira, 22. A Polícia Federal foi chamada para cumprir a decisão junto de Oficiais de justiça.

-- Publicidade --

O comitê clandestino fica localizado na Avenida Marginal Neblina.

A decisão partiu da juíza Adalgisa Viana de Santana, da 1ª Zona Eleitoral. “Suspenso pela Justiça Eleitoral”, diz o cartaz fixado na porta. Segundo divulgado pelo site AF NOTÍCIAS o comitê foi caraterizado como clandestino devido à ausência de informações junto à Justiça Eleitoral, além de irregularidade na publicidade do candidato.

Em nota enviada pela coligação de Amastha “A verdadeira mudança” diz que o departamento jurídico da coligação já está tomando as providências cabíveis e garante que o comitê será reaberto.