Por propaganda enganosa e ausência de preço, Procon Tocantins autua quatro estabelecimentos durante a Operação Black Friday

Foram três autos por publicidade enganosa e um por ausência de preço. Algumas situações foram denunciadas por consumidores.

Publicidade

Por propaganda enganosa e ausência de preço, o Procon Tocantins autuou quatro estabelecimentos durante a Operação Black Friday, realizada na última sexta-feira, 29. A fiscalização ocorreu em Palmas, Gurupi, Porto Nacional, Dianópolis, Guaraí, Colinas, Araguaína e Tocantinópolis.

Publicidade

Publicidade

Ao todos 119 estabelecimentos foram fiscalizados e 1.123 produtos monitorados de diversos segmentos, desde veículos, eletrônicos, eletrodomésticos, celulares, móveis, perfumarias, Informática vestuários, calçados, artigos esportivos, brinquedos até alimentação.

A operação aconteceu em duas fases: monitoramento de preços, realizado desde o último dia 11 de novembro, e a fiscalização no comércio. O órgão também trabalhou em regime de plantão com diligências realizadas na quinta e sexta-feira (28 e 29).

Consumidor fotografou preço de fritadeira antes e no dia da promoção

O superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, destacou que as autuações ocorreram em Palmas, Gurupi, e Tocantinópolis. “Foram três autos por publicidade enganosa e um por ausência de precificação. Algumas situações foram denunciadas por consumidores. O Procon reforçou as ações durante Operação Black Friday para evitar danos aos consumidores, como no caso de aumentar o valor do produto para oferecer um falso desconto.”, explicou Viana.

O gerente de Fiscalização, Magno Silva, reforçou que o órgão de Defesa do Consumidor continua atento as reclamações dos consumidores. “Agora é o momento que intensificamos nossas ações com aqueles consumidores que tiveram algum problema neste período de ofertas. Por isso orientamos a procurar o Procon e denunciar ou formalizar a reclamação”, ressaltou.

Denuncie

Ao perceber qualquer  irregularidade nos preços e qualidade dos produtos, o consumidor deve fazer denúncia junto ao Procon  por meio do  Disque Procon 151, ou por pelo WhatsApp Denúncia no (63) 99216-6840.

___

(Thaise Marques/ Governo do Tocantins)

Publicidade