Título de Cidadão Tocantinense a Jair Bolsonaro é proposto por deputado pivô do “escândalo do lixo hospitalar”

Na sessão ordinária desta terça-feira, 26, o deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) propôs na Assembleia Legislativa a concessão de Título Honorífico de Cidadão Tocantinense ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

“Depois de ver várias medidas tomadas pelo nosso presidente Bolsonaro que visam beneficiar a população brasileira, em especial a do Tocantins, propomos o Título de Cidadão Tocantinense em agradecimento ao presidente, por não medir esforços para o desenvolvimento de nosso Estado. Estamos próximos da assinatura histórica de financiamento no valor de R$ 600 milhões de reais, que irão beneficiar os 139 municípios do Estado”, destacou o parlamentar.

O deputado ressaltou que a atual gestão federal tem investido em várias obras de infraestrutura, como a pavimentação de rodovias no sudeste e sul do Tocantins, bem como da BR-230, na divisa dos Estados do Pará e Tocantins, entre outras importantes obras.

Olyntho destacou o leilão do Complexo Polimetálico de Palmeirópolis, a assinatura da concessão dos trechos central e sul da Ferrovia Norte-Sul, além do andamento do projeto de duplicação da BR-153, que liga o município de Anápolis (GO) a Aliança.

Deputado que propôs homenagem foi pivô de escândalo

A polêmica envolvendo o lixo hospitalar de hospitais públicos do Tocantins começou no início de novembro, depois que fiscais da Prefeitura de Araguaína encontraram um galpão com toneladas de resíduos. O local foi ligado a duas empresas que pertencem à família do deputado estadual Olyntho Neto (PSDB). O irmão do deputado chegou a ser preso, suspeito de participar do esquema, subornando funcionárias. O ex-juiz eleitoral João Olinto (pai do deputado) se entregou em Palmas na noite do dia 27 de novembro de 2018, ele também é suspeito de participar do esquema que ficou conhecido nacionalmente. A defesa da família e do parlamentar negaram o envolvimento.

Visita ao Tocantins

Bolsonaro confirmou visita ao Tocantins para o próximo dia 12 de dezembro. Na oportunidade, ele participa da assinatura de contratos de financiamentos pelo Estado do Tocantins e a Caixa Econômica Federal, no valor de aproximadamente R$ 600 milhões. Os recursos são para obras de infraestrutura rodoviária, construção de hospitais e pavimentação em todos os municípios tocantinenses.

Biografia

Jair Messias Bolsonaro nasceu em Campinas, São Paulo, no dia 21 de março de 1955. Filho de Perci Geraldo Bolsonaro e de Olinda Bonturi, ambos descendentes de famílias italianas.

Foi aluno da Escola Preparatória de Cadetes do Exército, de Campinas. Em 1977, formou-se na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro.

.Cursou a Brigada de Paraquedismo do Rio de Janeiro. Em 1983, formou-se no curso de Educação Física do Exército. Chegou à patente de Capitão

Em novembro de 1988, Jair Bolsonaro foi eleito para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro, pelo Partido Democrata Cristão (PDC).

Foi deputado federal por sete mandatos. Em 2018, Bolsonaro filiou-se ao Partido Social Liberal (PSL) e lançou-se candidato à Presidência da República. Foi eleito o 38º presidente do Brasil, para o mandato de 2019 a 2022, com 55,13% dos votos.

 

___

(Com informações da assessoria e Dicom/AL)