Cerca de 900 famílias de comunidades rurais na região sul já foram beneficiadas com cestas básicas do Governo do Tocantins

Neste sábado, 23, a caravana do Governo do Tocantins seguiu com a entrega de cestas básicas para pequenos produtores de assentamentos rurais e acampamentos da região sul do Estado. Nesta nova etapa, já foram entregues kits de alimentos para 890 famílias que residem nos municípios de Gurupi, Cariri, Crixás, Dueré, Sucupira, Figueirópolis e Peixe.

Os trabalhos tiveram início nessa quinta-feira, 21, e estão sendo realizados por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins). Como forma de amenizar os impactos da pandemia do novo Coronavírus, a ação busca garantir a segurança alimentar das comunidades rurais, evitando o descolamento dos populares para dentro das cidades.

Nesse cenário, existem também as recomendações das autoridades de saúde quanto ao uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), que entraram de vez na rotina dos tocantinenses. A partir dessa nova realidade, foi que a senhora Rosalina Pereira, de 53 anos, viu uma oportunidade de renda durante os novos hábitos com a pandemia.

“Nossa situação é difícil, a renda é baixa e meu marido não pode trabalhar. Mas a gente se vira como pode, né? Eu vendo máscaras agora, mas a entrega destas cestas básicas é uma benção de Deus que vai ajudar muito na mesa daqui de casa”, explicou Rose Brasil. Foto: Rafael Miranda/Governo do Tocantins

Rose Brasil, como é conhecida, mora no assentamento São José – a 20km do município de Peixe – e dedica parte do dia na produção de máscaras de proteção. Seu pequeno ateliê de costura funciona dentro de casa. Toda orgulhosa, ela mostrou para as equipes do Ruraltins os produtos que fabrica e vende para assentados de toda a região.

“Eu recebo os pedidos por WhatsApp, e todo mundo aqui perto pede comigo, inclusive gente que mora na cidade. A renda não é tanta, mas eu consigo pagar pelo menos a conta de internet do mês”, contou Rose Brasil, apontando para a antena que recebe o sinal em casa.

Rose Brasil explicou ainda que o marido, Manoel Domingos, é aposentado e sofre de problemas no coração. “Nossa situação é difícil, a renda é baixa e meu marido não pode trabalhar. Mas a gente se vira como pode, né? Eu vendo máscaras agora, mas a entrega destas cestas básicas é uma benção de Deus que vai ajudar muito na mesa daqui de casa”.

Cuidados e Prevenção

Com o avanço da doença por todo o Brasil, a recomendação do governador Mauro Carlesse é que o cidadão permaneça em casa o máximo possível, sem se expor aos riscos da doença.

“As comunidades rurais estão sentindo os efeitos da pandemia. Nossas equipes já constataram que produção dentro das pequenas lavouras reduziram, então para manter as pessoas o máximo possível dentro de casa vamos entregar esses kits. O nosso projeto é garantir o mínimo da alimentação para quem mais precisa”, afirmou o Governador.

Para o presidente do Ruraltins, Thiago Dourado, “as equipes do Instituto, durante esses 18 dias de trabalho, estão na linha de frente da batalha contra a pandemia, demonstrando que o Governo se importa com as famílias que estão precisando de apoio. A recomendação do Governador é não deixar nenhum produtor de fora”.

A caravana do Governo do Tocantins continua neste final de semana, com a previsão de entrega de cestas básicas para 2.500 famílias que moram próximas às cidades de Formoso do Araguaia, Figueirópolis, Sandolândia, Araguaçu, Palmeirópolis, Jaú, São Salvador e Talismã.

___

Rafael Miranda/Governo do Tocantins