Redesat transmite com sinal digital a partir desta segunda-feira

Publicidade

Publicidade

A TVE Tocantins terá sinal digital, a partir desta segunda-feira, 13. O novo sistema de transmissão televisiva será ligado exatamente às 12h30, quando irá ao ar a programação local, o “Repórter Tocantins Tarde”.

A transição do sistema analógico para o digital faz parte do projeto do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e  Comunicações (MCTIC) que vem sendo implantado em todo o país, desde o ano de 2006, com previsão de chegar a todas as cidades brasileiras até 2023. O presidente da Fundação de Radiodifusão Educativa do Tocantins (Redesat), Wagner Coelho, explica que está tudo pronto, só esperando os técnicos do Ministério acionarem a chave que muda para o novo sistema de transmissão da programação.

“O processo será feito em duas etapas: a partir de segunda-feira, às 12h30, a TVE começa a transmissão digital, em Palmas, com o equipamento adquirido pela emissora”, explica o presidente.  Ele informa ainda que até o fim do mês de setembro, o sinal digital será estendido a Porto Nacional e esclarece que a TVE não possui outorga para transmissão no município de Porto Nacional e Barrolândia que compõem o agrupamento de Palmas, conforme a especificação do Ministério.

-- Publicidade --

O presidente da Redesat também esclarece que os demais municípios tocantinenses continuarão recebendo normalmente o sinal analógico, ao mesmo tempo que, estão na agenda do MCTIC para implantação do novo sistema. Para tanto, os orçamentos serão incluídos no Plano Plurianual (PPA) de 2019 com foco inicial no atendimento dos 33 municípios do Estado que já têm a outorga federal para a implantação do sinal digital.

Para Wagner, com a transição do sistema o que melhora, sem dúvida, é a recepção do sinal que chegará nítido a cada aparelho de TV, com imagem limpa e sem chuviscado.  Mas o grande desafio, segundo ele, será melhorar a programação da TVE e da Rádio 96FM, promovendo a interatividade com o público durante as programações, possibilidade que oferece o modelo de sistema digital (Nipo-brasileiro). E aí, segundo ele , entrarão os programas educativos produzidos, fazendo deste avanço tecnológico uma ferramenta para “ajudar a melhorar a vida do cidadão”, conclui o presidente.

Com a transmissão e recepção digital implantadas, o próximo passo será a aquisição de equipamentos de filmagem e armazenamento das produções audiovisuais da TVE.