Foto: Ademir dos Anjos
- Publicidade -

Foi realizado na manhã desta quarta-feira, 28, na sede do Grupo Jorima em Palmas, o primeiro workshop de energia solar oferecido pelo Grupo para técnicos, empreendedores locais do setor, gestores públicos e órgãos de imprensa. O evento culminou com a inauguração de empreendimento onde foram investidos R$ 560 mil reais apenas na sede do Grupo Jorima, que o torna autossuficiente em toda a energia que consome. No local foi implantado uma mini usina fotovoltaica com garagem solar e o primeiro carregador público de carros elétricos com capacidade para atender simultaneamente dois veículos que podem ser carregados em apenas 30 minutos.

Foto: Luzinete Martins

A empresa também se lança no mercado de energia solar e deve investir no Tocantins mais de R$ 2,5 milhões de reais com implantação das primeiras usinas solares previstas para serem instaladas na região sudeste e norte do estado.

O workshop contou com a presença e palestras dos principais experts do setor em todo o país. O secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins, Leonardo Sette Cintra, apresentou o planejamento de políticas públicas para o segmento de energia solar no estado. O gestor pode ainda falar sobre as políticas de incentivo do governo e do panorama do Atlas Solarimétrico lançando pela pasta no ano de 2017 e que tem o objetivo de atualizar, melhorar e consolidar a base de dados abrangente da radiação solar e dados meteorológicos relacionados com a elaboração do Atlas, além de gerar informações do estado para impulsionar o mercado.

Técnicos representantes da Prefeitura de Palmas (Secretaria Extraordinária de Captação de Recursos e Energias Sustentáveis) apresentaram a experiência da cidade com o programa “Palmas Solar”.

Foto: Ademir dos Anjos

Para apresentar as experiências de Parcerias Público Privada (PPP) do estado do Piauí, a superintendente de parcerias e concessões daquele estado, Drª. Viviane Moura Bezerra fez uma detalhada palestra sobre o investimento do Estado em mini usinas de energia solar fotovoltaica.  No projeto de PPPs o Piauí pretende implantar oito minis usinas de geração de energia solar fotovoltaica para alimentar a rede de distribuição da concessionária e realizar a compensação do valor da energia produzida com a despesa incorrida pela Administração Pública.

O estado do Piauí possui atualmente a maior usina de energia solar da América do Sul e está em implantação no estado a maior da América Latina, O Piauí produz hoje 352 MW de energia solar com fator de irradiação de 5 Kwh/m².

Rodrigo Lopes Sauaia, presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), que representa e promove o setor fotovoltaico no Brasil e no exterior apresentou a experiência da entidade e ranking mundial e nacional de produção de energia limpa. O Brasil está posicionado em 10º lugar no levantamento da associação, e está desde 2017 bem colocado como potência de geração de energia solar, já o Tocantins ocupa o 22º lugar no ranking nacional, sendo a cidade de Palmas o município que mais investe na área seguido por Araguaína, Gurupi e Porto Nacional.

A Industria Fotoelétrica do Brasil foi representada pelo diretor-presidente da Balfar Solar, Dr. Antônio Bárbara que abordou a importância de o país investir também na fabricação de células fotovoltaicas. “Existe uma busca por materiais e processos sustentáveis, e a entrada desses produtos e métodos na indústria já tem mercado pelo impacto econômico que os investimentos em energia limpa tem gerado”, disse durante palestra.

Da esquerda para a direita; Rodrigo Sauaia (presidente da (ABSOLAR), Drª. Viviane Moura Bezerra (Superintendente de Parcerias e Concessões do estado do Piauí). Leonardo Cintra (Sec. Est. de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Joseph Madeira (Presidente do Grupo Jorima), Dr. Antônio Bárbara (Presidente da Balfar – Industria Fotoelétrica), Lucivania Abreu (Diretora Geral do Grupo Jorima) e Vanusa Costa (Diretora Financeira do Grupo Jorima)

Joseph Madeira, diretor/presidente do Grupo Jorima afirmou que evento realizado nesta quarta-feira, 28, tem grande importância não apenas para a empresa, mas também para o estado do Tocantins. “O grupo Jorima inaugura uma nova etapa da sua caminhada empresarial, sempre com o propósito de contribuir, construir e fazer a diferença. Somos comprometidos com a qualidade, sobretudo com a excelência dentro de nossa atuação no mercado, somos apaixonados pelo que fazemos”. Disse ao fazer o encerramento do workshop oferecido pelo Grupo.

Assinatura de Termo de Cooperação Técnica

O evento foi encerrado com assinatura de termos cooperação técnica entre o Grupo Jorima, Instituto Federal do Tocantins (IFTO) e a Industria Fotoelétrica Balfar Solar, objetivando a troca de expertise dos três entres na implantação e exploração de energia fotovoltaica.