- Publicidade -

Reunidos na manhã desta quarta-feira, dia 18, em Palmas, membros da Executiva estadual do PSB no Tocantins definiram que estão abertas as portas para novas composições partidárias para as eleições de outubro e que a siglas que caminharam juntas na eleição suplementar (PT, PcdoB, Podemos e PTB) são prioritárias para o projeto da candidatura do ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha, ao Palácio Araguaia.

“Os companheiros que estiveram e estão conosco são valorosos. Queremos e iremos adicionar ao grupo novos companheiros, com ideais e projetos voltados à recuperação e praticamente reconstrução do Tocantins, o que é uma necessidade urgente do Estado e imprescindível para os tocantinenses”, afirmou Amastha, presidente regional do PSB.

As articulações e discussões com outros partidos e dirigentes estão sendo intensificadas e as definições vão ocorrer nos próximos dias. “Os novos companheiros virão com a ideia da manutenção da essência do projeto. Disso não abrimos mão porque queremos debater ações para devolver ao Tocantins a segurança jurídica, credibilidade perante ao país, aos investidores, propiciar o atendimento digno do Estado aos cidadãos e implementar iniciativas que transformem as potencialidades em melhoria na vida das pessoas”, complementou.

Houve a confirmação também das pré-candidaturas de Alan Barbiero ao Senado, do vereador Tiago Andrino a deputado federal, de Ricardo Ayres na busca pela reeleição na Assembleia Legislativa, entre outros nomes. Também houve direcionamento na reunião da definição da coordenação da campanha de Amastha, que ficará a cargo de Cristian Zini e dos ex-prefeitos Júnior Bandeira, de Lajeado, e Jucélio Lustosa, de Lagoa do Tocantins.

NACIONAL

Os membros da Executiva também discutiram cenário político nacional. O vereador Tiago Andrino compartilhou as deliberações do PSB que reuniu dirigentes nacionais recentemente em Brasília. Andino representou Amastha no encontro que sinalizou a construção de uma possível aliança com o candidato à Presidência Ciro Gomes. Na mesma reunião foi reforçado o apoio da direção nacional do PSB a candidaturas ao governo em 11 estados brasileiros, entre eles o Tocantins com Carlos Amastha.