- Publicidade -

Carlesse defende responsabilidade com dinheiro do povo; “Ronaldo Dimas é exemplo disso”

O governador interino e candidato ao Governo do Estado, Mauro Carlesse, da coligação Governo de Atitude, atribuiu o descrédito da classe política à falta de responsabilidade com o dinheiro público. “A política, apesar de criticada, é muito importante. Mas os políticos precisam ter mais responsabilidade com o dinheiro sofrido do povo”. A declaração é parte do discurso no comício realizado na noite desta segunda-feira, em Araguaína, que reuniu milhares de pessoas.

Ao reafirmar seu compromisso com a diminuição dos gastos do Estado, sem aumentar impostos, Carlesse lembrou que os recursos arrecadados pelo Estado devem ter como único fim o incentivo ao desenvolvimento socioeconômico, por meio de investimentos em áreas fundamentais para a população. “O dinheiro é do povo e por isso precisa retornar para o povo, em forma de saúde, educação, segurança pública, porque afinal é o povo, sobretudo o mais humilde, que paga por isso”.

Nesse sentido, o candidato não poupou elogios ao prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, considerado por Carlesse exemplo de responsabilidade com o dinheiro do povo. “É por isso que Araguaína está conseguindo se desenvolver. Tem estabilidade e comprometimento com a população. Ao lado desses líderes, vamos alcançar a mesma coisa para o estado”.

Aliados

Os aliados do governador também defenderam a bandeira do equilíbrio e da estabilidade político-jurídica para o Estado voltar a crescer. “O Tocantins não pode mais correr riscos. Vamos eleger Carlesse. Ele é a segurança que o Estado precisa nesse momento de instabilidade”, disse o deputado federal Cesar Halum, resumindo o sentimento de todos que querem um Tocantins melhor.

Também participaram da reunião o deputado federal Lázaro Botelho; os deputados estaduais Luana Ribeiro, Valderez Castelo Branco, Olyntho Neto, Eduardo do Dertins, Eli Borges e Wanderlei Barbosa, candidato a vice-governador; os prefeitos Adriano Rabelo, de Colinas;  Aleno Costa, de Babaçulândia; Zé Mario, de Bandeirantes; Deusdete Barros, o Nego d’agua, de Angico; Eliete, de Aragominas; Paulo Macedo, de  Cachoeirinha, Paulo Antonio, de Alvorada, entre outras lideranças políticas da cidade e região.