Curso de “Qualidade em Vendas” possibilita a profissionalização de reeducandos

Publicidade

Publicidade

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Gerência de Reintegração Social, Trabalho e Renda do Preso e do Egresso, está realizando o curso de qualificação profissional de “Qualidade em Vendas”, em compromisso com a cidadania e a empregabilidade. O curso está sendo oferecido a 20 reeducandos que cumprem pena em regime semiaberto e utilizam tornozeleiras eletrônicas. O projeto de capacitação continuada iniciou nesta terça-feira, 28, e a formatura está agendada para o dia 04 de setembro.

O curso possui carga horária de 24 horas e em sua grade temas como desafios, metas, comportamento e comunicação na área de vendas, além de falar sobre o produto, técnicas de exposição e uso das tecnologias. “Queremos, através desse curso, trabalhar também as relações interpessoais. A tendência das empresas é julgar os reeducandos, por isso buscamos, assim com a profissionalização, abrir portas para a empregabilidade”, afirmou Ricardo Araújo, gerente de Reintegração Social, Trabalho e Renda do Preso e do Egresso

-- Publicidade --

“Planejamos esse curso com o objetivo qualificá-los para o mercado de trabalho, para que, assim, a ressocialização realmente aconteça”, reforçou Rizia Vieira, analista especializada em Operações em Recursos Humanos da Seciju e instrutora do curso. No curso, ela explica sobre a motivação que rege a vontade de trabalhar com vendas e um dos pontos importantes é a vocação, os talentos que a pessoa espontaneamente expressa, o que impulsionará a fazer com dedicação.

Um dos exemplos é o reeducando G.A., 36 anos, que morou na Itália por uma temporada e aprendeu fazer pizzas. Agora, ele vende pizzas durante o período que tem cumprindo sua pena em prisão domiciliar. “Eu vejo nesse curso uma oportunidade de engajar no meu negócio”, avisou o reeducando.