Gomes diz que Bolsonaro pode vir ao Tocantins em março; BR-235 no trecho tocantinense entra em fase final de estudos

Reunido com o prefeito de Pedro Afonso, Joaquim Martins (PDT), o prefeito de Tocantínia, Manuel Silvino (Solidariedade), o Deputado Estadual Vilmar Oliveira (Solidariedade) e membros do movimento pró-BR 235, nesta terça-feira, 23, o Senador Eduardo Gomes (MDB-TO), confirmou que o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) para construção do trecho da rodovia entre Pedro Afonso (TO) e Alto Parnaíba (MA) deve ser divulgado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) nos próximos dias.

Segundo o parlamentar, que é líder do governo Bolsonaro (sem partido) no Congresso, o próximo passo é a contratação do projeto de engenharia, o que deve custar cerca de R$ 10 milhões.

Senador informou, em entrevista a um jornal tocantinense, que a reunião também tratou da ida do Presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) a região no mês de março.

“Além da discussão sobre o EVTEA, a reunião de hoje discutiu a possibilidade do presidente Bolsonaro visitar o local em março, ao lado do ministro da infraestrutura (Tarcísio Gomes de Freitas). Tem a inauguração da ponte sobre o Rio Parnaíba que liga os municípios de Santa Filomena (PI) e Alto Parnaíba (BR), que faz parte da BR-235, daí estamos analisando a possibilidade que o presidente visite o trecho do Tocantins”, explicou Gomes.

O administrador Ricardo Neves é um dos coordenadores do movimento no Tocantins e esteve presente na reunião nesta terça-feira. Neves reforçou que a ideia é levar o ministro ao trecho tocantinense da BR-235 que está aberto e explicou que o convite também será direcionado a bancada federal que representa o Estado.

Publicidade

Publicidade

História

Segundo os representantes do movimento da BR-235, a construção da obra mobiliza empresários, produtores rurais, gestores públicos e a população. “A BR-235 é vista como uma das apostas de via para escoamento da produção do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), uma fronteira agrícola que vem se despontando no País, e também se apresenta como possibilidade de se tirar do isolamento vários municípios do Tocantins e Maranhão.”

O trecho da BR 235 no Tocantins começou a ser feito em 1989, pela Companhia Brasileira de Projetos e Obras (CBPO). Em mais de 30 anos, apenas 80 km de estradas de terra foram abertos, no restante do trecho apenas marcações, piquetes e estradas vicinais que foram feitas por moradores, produtores rurais e prefeituras. A BR-235 conta com quase 1.800 km de extensão entre as cidades de Aracaju (SE) e Campos de Prova Brigadeiro Velloso, em Novo Progresso (PA).

A rodovia atravessa os estados de Sergipe, Bahia, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Pará e Tocantins. Em solo tocantinense a rodovia transversal passa pelo território dos municípios de Araguacema, Bom Jesus do Tocantins, Centenário, Colméia, Tabocão, Goianorte, Guaraí, Lizarda, Pedro Afonso, Santa Maria do Tocantins e Tupirama.

 

 

***

Com informações do Jornal do Tocantins