SAMSUNG CAMERA PICTURES
- Publicidade -

A Câmara Municipal de Dianópolis realiza nesta semana de segunda à sexta-feira, sessões ordinárias da casa com foco às deliberações do mês de junho, encerrando o calendário do primeiro semestre do parlamento.

As sessões acontecem às 19:00h entre segunda e quinta-feira, nesta sexta-feira dia 15 o parlamento deve iniciar os trabalhos no período matutino às 9:00h.

Ontem na primeira sessão do mês o destaque foi para as considerações finais do vereador Djalma Parente (PRB), o parlamentar apontou sua preocupação com dois temas, o primeiro é a pouca participação da comunidade que tem deixado de assistir as sessões da casa. Para Djalma a participação da comunidade é importante pois reforça a democracia. Djalma Parente afirma que é somente através da participação que se pode chegar às verdadeiras transformações que a população busca e merece.

O vereador Djalma que foi o segundo mais votado nas eleições de 2016 também apresentou sua preocupação com relação aos índices de suicídios e tentativas em meio aos jovens. O parlamentar afirmou mais uma vez que este tema precisa ser debatido com a sociedade seja através de audiências públicas seja através de projetos voltados aos jovens. “Precisamos realizar uma ampla frente em torno do tema unindo legislativo, executivo, judiciário e sociedade civil organizada para debater e buscar soluções neste enfrentamento, não podemos perder mais jovens dianopolinos para a depressão, não podemos abandoná-los, nós temos a missão Cristã de lutar pela preservação da vida”. Afirmou o vereador.

O vereador Amilton Tuca Lula (PT) também apresentou uma indicação ao executivo para que seja disponibilizado à todas os colégios municipais profissionais psicólogos para orientar crianças e jovens da comunidade escolar.

SESSÕES NA CÂMARA

Toda a população pode e deve participar.

As sessões normalmente são divididas em duas partes. Na primeira delas, chamada de “Pequeno Expediente”, é realizada a leitura da correspondência recebida e das proposições apresentadas à Casa. A leitura de informações ou respostas às proposições submetidas à deliberação do Plenário e os comunicados dos vereadores. Esta primeira parte se inicia às 19:00h. Uma vez finalizada, se inicia a segunda parte, chamada de Ordem do Dia. É nela que são votados os projetos de lei, moções, indicações ao executivo e matérias sujeitas à deliberação dos parlamentares.

Com o quórum de vereadores passa a ocorrer então o Grande Expediente, que é basicamente uma tribuna livre aos vereadores para que discursem e debatam sobre temas relevantes. Ocorrendo ou não este Grande expediente, a hora máxima para término de uma sessão é 22:15 com tolerância já incluída, regimentalmente as sessões só podem ter duração máxima de três horas cada. Vale lembrar ainda que, caso seja solicitado por algum parlamentar seguindo ao regimento da Casa, pode ocorrer antes do Pequeno Expediente a chamada “primeira parte”, onde um vereador recebe convidados especialistas sobre temas relevantes para discuti-los.