Unidade de assistência de alta complexidade em oncologia do HGP realiza quase 950 atendimentos por mês

O Câncer é considerado um conjunto de doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos. Para tratar a patologia, diversos pacientes do Hospital Geral de Palmas (HGP) contam com a Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), que presta um atendimento especializado nas áreas de Oncologia Clínica, Onco-Hematologia e Oncologia Cirúrgica.

A unidade registra uma média mensal de 950 procedimentos quimioterápicos. São oferecidos tratamentos aos usuários com câncer de próstata, pulmão, colo uterino, mama, gástrico, leucemia mieloide crônica e aguda e outros.

Segundo a coordenadora administrativa do Unacon do HGP, Marinalva Alencar, “a unidade realiza diversos procedimentos como consultas médicas especializadas com elaboração da prescrição do quimioterápico, consultas de enfermagem,psicologia,  serviço social e avaliação de enfermagem e farmacêuticos, além de coleta de medula óssea para cariótipo, quimioterapia dentre outros”, afirmou, acrescentando que o local “dispõe de profissionais capacitados que se dedicam a assistência direta, humanizada, contribuindo para  um impacto na qualidade do serviço e no acolhimento ideal para pacientes de alta complexidade”.

O coordenador clínico do Unacon, o médico Lucas Burigo Guglielmi, alerta que, “em meio à pandemia, é de suma importância que os pacientes  não faltem às consultas, sessões de quimioterapia e acompanhamento médico. Só orientamos que sigam as recomendações dos órgãos de saúde, como usar máscara, álcool em gel, lavar bem as mãos e trazer acompanhantes somente nos casos de extrema necessidade, para não ocasionar aglomerações. Nós percebemos que alguns usuários não estão comparecendo e estas faltas podem dificultar o diagnóstico precoce, agravar o quadro clínico ou o aparecimento novamente do tumor”, explicou.

Diagnóstico precoce

O especialista Guglielmi afirma que “é essencial o paciente realizar os exames anualmente. Infelizmente, atendemos muitos usuários com estágio avançado da doença, o que limita bastante a chance de cura. Sabemos que o quanto antes o paciente buscar o diagnóstico, facilitará a cura do tumor   como câncer de próstata, de mama, intestino entre outros”, enfatizou.

Superação

Um exemplo de superação na luta contra o câncer é a produtora rural, Vanilza Pimenta. “Descobri o câncer, após realizar exames de rotina, além disso, eu já havia também notado algo diferente no meu corpo. No meu tratamento no HGP, tive um apoio espetacular do médico Lucas e de toda equipe multidisciplinar. Durante o tratamento fui aconselhada a realizar atividades físicas dentro do meu limite, isso me ajudou muito a amenizar os efeitos colaterais. Finalizei o tratamento, hoje sou outra pessoa, passei a enxergar a vida diferente, não só psicologicamente, mas fisicamente e continuo a praticar exercícios para meu bem-estar. Mesmo com a pandemia, nunca deixei de ir às consultas e realizar meus exames de rotina”, declarou.