Prefeito que vai a reeleição no Sudeste do Tocantins promoveu aglomeração em momento preocupante da pandemia com direito a comemoração ao inaugurar ponte de madeira

Desde o episódio dos EPI’s no mês de março na cidade de Almas, Sudeste do Tocantins, a gestão do prefeito Wagner Nepomuceno promoveu situações impensáveis e desastrosas, ao contrário do que se esperava, em virtude do momento que exige muita cautela e precisão nas tomadas de decisões.

Após o lançamento de todos os decretos administrativos pela prefeitura em virtude do combate ao COVID-19, e também após a divulgação dos casos confirmados de coronavírus em Almas pelo Estado, em um segundo momento pelo gestor, que chegou a divulgar um vídeo, o prefeito e seu aliados resolveram fazer uma festa de comemoração para a inauguração de uma pequena ponte de madeira na zona rural da cidade, na região conhecida como água limpa, este local, pasmem, simplesmente é a fazenda vizinha aonde foram diagnosticados os 3 casos de COVID-19 no município.

A inauguração foi custeada apenas parcialmente pela prefeitura, pois todo o material quem doou foram os proprietários e a prefeitura entrou apenas com a mão de obra, e mesmo assim a gestão quis tirar vantagem em cima da obra realizada, naquele mês um vídeo chegou a ser feito, sendo filmado pelo secretário de Obras Clevson (conhecido como irmão Bim).

O curioso é que no momento em que esse vídeo exaltando o prefeito e o vice foi publicado, devido a possibilidade e a velocidade de acesso à internet no local, mesmo sendo na zona rural, o vídeo rodou muito rápido nos grupos da cidade, e de forma imediata, aqueles que sabiam que a obra não tinha sido custeada integralmente pela prefeitura, soltaram seus repúdios e indignações a época, foi ai que o mesmo secretário ao saber disso, retornou até a ponte e fez mais um vídeo, só que dessa vez elencando os colaboradores voluntários da construção da ponte.

Nessa mesma festa de inauguração que foi feita pelo prefeito, estavam presentes: Waguim (o prefeito) , o vice-prefeito Nery, três vereadores; Karla Taiana, Miguel e o Nanha, o secretário de obras Irmão Bim, o secretário de transporte Silma, a secretária de administração Luzinete, a Primeira dama Elizete além de um servidor da prefeitura é candidato a vereador, Erivelton, conhecido como “já morreu”.

  • 1 – Lusinete Geraldo Barbosa de Oliveira (Sec. de Administração e Cunhada do Prefeito)
  • 2 – Rainerival Ribeiro Xavier (vice prefeito – Nery)
  • 3 – Elisete Geraldo Barbosa Nepomuceno (Sec. De Assistência Social e primeira dama)
  • 4 – Wagner Nepomuceno Carvalho (Prefeito Waguim)
  • 5 – Eurismar Rodrigues Neto (vereador Nanha)
  • 6 – Karla Taiana Xavier Franco (vereadora Karla)
  • 7 – Miguelsinho Ribeiro de Sousa (ver. Miguel)
  • 8 – Jucimar Rocha de Oliveira (sec. de transporte Silma)
  • 9 – Erivelton Chagas dos Santos ( já morreu pre candidato a vereador)
  • 10 – Clevson Pereira Barbosa (sec. de Obras irmão Bim, autor da foto)

É preciso observar a marca D’água feita na foto, caracterizando campanha antecipada (prefeito Waguinho, o vice Nery, com slogan Juntos somos mais fortes). A foto foi conseguida em grupos de Whats App e outras redes sociais.

O prefeito Wagner de Almas é bem conhecido no Sudeste tocantinense, sua gestão realizou obras com recursos 100% conquistados pelo seu antecessor Leonardo Cintra.

O prefeito que vai à reeleição é do MDB do ex-governador Marcelo Miranda, cassado duas vezes por práticas conhecidas de todos os tocantinenses.

Temos recebido diversas denúncias de atos e práticas no mínimo duvidosas da atual gestão de Almas, que serão abordadas nos próximos dias após checagem.

A reportagem não conseguiu contato com o candidato a reeleição, o espaço está aberto para todos os citados.