- Publicidade -

O vereador Djalma Parente esteve nesta terça-feira, 02, em audiência na Secretaria Estadual de Segurança Pública, a reunião com a presença do Dr. Giralde, diretor de políticas de segurança da SSP do TO e do Major Thiago Monteiro Martins, coordenador de polícia comunitária do Estado Tocantins, foi o primeiro passo dado para o início de estudo que visa implantar em Dianópolis um moderno sistema de segurança a partir do videomonitoramento das principais vias públicas da cidade.

Na oportunidade foi protocolado um ofício assinado pelos vereadores Djalma Parente e Gena Ferreira. O documento solicita a participação da equipe técnica da polícia comunitária em audiência pública que será realizada no dia 08 de agosto às 19:00 horas, no plenário da Câmara Municipal de Dianópolis e debaterá o tema com a população. De pronto, o diretor Giraldi atendeu à solicitação dos vereadores.

Na audiência pública do próximo dia 08 de agosto pretende-se ainda a criação do conselho comunitário de segurança de Dianópolis.

“A finalidade desse conselho é andar a passos lagos rumo à implantação em Dianópolis de um moderno sistema de videomonitoramento, cujo objetivo é dar mais segurança à população com a instalação das câmeras de vigilância nas vias urbanas”. Destaca Djalma Parente que está motivado a concretizar o modelo que é adotado por grandes cidades do Estado com resultados eficazes na área da segurança pública.

Ainda de acordo com o vereador a central do videomonitoramento ficaria no comando da polícia militar. Djalma ressalta também a importância e magnitude de um projeto como este; “Vamos buscar parcerias com a iniciativa privada e toda comunidade de Dianópolis para implantarmos esse sistema. Sei que com essa implantação teremos um mecanismo para auxiliar a desvendar delitos cometidos por meliantes e também utilizá-lo como prevenção, haja vista que a partir desse videomonitoramento implantado, o bandido vai pensar duas vezes antes de cometer o delito”. Concluiu.

O vereador Gena Ferreira está cumprindo uma outra agenda e não pode estar presente na audiência que aconteceu nesta terça-feira em Palmas, contudo, destaca Djalma, a iniciativa de levar o sistema de segurança para Dianópolis tem a iniciativa dos dois parlamentares.

Por telefone, Gena afirmou que o sistema também ajudará a coibir a ação de criminosos. “A tecnologia trará o benefício de mostrar o que acontece em tempo real na cidade e auxiliar o trabalho de segurança ostensiva, melhorando significativamente a segurança pública”. Destacou.

A proposta dos vereadores objetiva ainda a implantação de uma política para tratamento de dados, informações e imagens produzidas na cidade “mantendo estrito respeito à inviolabilidade da intimidade, da vida privada, da honra e das imagens das pessoas”. De acordo com os parlamentares de Dianópolis, a proposta se baseia na “recorrência de registros oficiais de eventos, contravenções e/ou ilícitos e adversidades em diversas localidades onde, inicialmente, se pretende implantar sistemas de videomonitoramento”.

O que é videomonitoramento?

O videomonitoramento é uma operação desenvolvida por um conjunto de equipamentos eletrônicos que fazem a captura de imagens e as transmitem, em tempo real, para uma central de monitoramento com o intuito de serem gerenciadas. Sendo assim, o videomonitoramento pode ser realizado tanto no local quanto remotamente, por meio de uma central de monitoramento.

Essa prática viabiliza a vigilância eletrônica de vários locais ao mesmo tempo com um número reduzido de operadores. Entre os mais variados recursos de segurança eletrônica, o videomonitoramento é um dos que mais se desenvolve e aprimora devido às novas tecnologias existentes. Nos últimos anos, essa modalidade de vigilância tem sido aplicada com as mais diversas finalidades e tem crescido rapidamente tanto na segurança privada como na segurança pública.