- Publicidade -

Dianópolis, Novo Jardim, Ipueira e Esperantina são as cidades que compõe o grupo que ficou em quarto lugar da avaliação da Controladoria Geral da União, A Escala Brasil Transparente (EBT) é uma metodologia para medir a transparência pública em estados e municípios brasileiros. O grupo de cidades pontuou apenas 1,38 numa escala de notas que chega a 10 pontos.

A cidade administrada pelo prefeito Padre Gleibson Moreira não só é uma das menos transparentes em todo o estado como também está posicionada no grupo de cidades que tiveram nota ruim em todo o país.

A gestão de Padre Gleibson tem mostrado muita dificuldade em se relacionar com a imprensa, nunca respondendo solicitações feitas (o portal sudeste agora foi respondido apenas uma vez), prova disso, são os ofícios protocolados pelo portal na prefeitura em agosto e que, até hoje não foram respondidos, a atitude do prefeito de Dianópolis além de infringir a lei de acesso à informação faz a sua gestão se destacar como a menos transparente em relação aos gastos públicos.

Dos 139 municípios do Tocantins, Santa Rosa é a cidade mais transparente, recebendo nota 9,72. A cidade de Porto Alegre do Tocantins também se destacou como uma boa avaliação recebendo nota 7,77 e se posicionando em 307º lugar entre as mais de cinco mil cidades avaliadas no Brasil.

A avaliação completa pode ser conferida no site da Controladoria Geral da União (http://www.cgu.gov.br) o link direto para o resultado da avaliação pode ser conferido AQUI