Irajá Abreu “FOI HOMEM”, diz vereador Manin sobre votação que barrou segunda denúncia contra Temer

Nesta quarta-feira 25, a sessão da câmara de vereadores de Dianópolis caminhava para ser mais uma “ordem do dia” comum, não fosse um comentário nas considerações finais do vereador Weberly de Sousa Marques, popularmente conhecido como “Manin do Zorra”.

Conforme o áudio que está ao final desta matéria, o vereador, protegido (no que diz) pelo manto de seu mandato, proclamou em sessão daquela casa de leis as seguintes palavras; [sic] “Não sou do partido dele, mas, o deputado Irajá Abreu foi o único deputado do estado que votou a favor da denúncia (contra o presidente Michel Temer), então parabenizar o deputado Irajá Abreu, “FOI HOMEM”. Disse.

A fala do vereador foi direcionada à votação que ocorreu na câmara federal nesta quarta-feira, 25, onde 251 deputados federais rejeitaram a denúncia contra o presidente da república Michel Temer. A denúncia precisava ser autorizada pela maioria da câmara para ter continuidade no Superior Tribunal Federal (STF).

Opiniões sobre o tema à parte, o que pode ser traduzido, nos bastidores da política local, é que a base partidária a qual o vereador faz parte, está absolutamente rachada, ou, minimamente em crise. Pode-se com muita clareza fazer essa leitura diante de alguns fatos que não podem passar desapercebidos e que, os melhores cientistas políticos concordariam. Basta lembrar que o vereador compõe e foi eleito pelo Partido da República, sigla que na câmara tem o deputado federal Vicentinho Júnior e que no senado conta com a força e articulação de um dos mais experientes políticos do estado do Tocantins, Vicentinho Alves. Estes dois representantes do estado na camada federal da república, recentemente destinaram mais de um milhão de reais em emendas para Dianópolis, sob articulação do vereador Clair da Bel Pão (também do PR), do presidente do partido na cidade Marcelo Rodrigues, do ex-vereador Jura Bezerra e do secretário executivo a Associação Tocantinense dos Municípios (ATM) Jailton Bezerra. Nesta ida à Brasília em busca de recursos para a cidade o vereador Manin não estava presente (segundo informações, devido a uma agenda particular onde o vereador estaria em viagem para o Paraguai), mesmo sendo parte da agremiação partidária.

Esta atitude pode sim, desenhar posicionamentos para as eleições de 2018, já que, não é segredo que o parlamentar tem tendência para apoiar uma possível candidatura de Paulo Carneiro para deputado estadual, vice-presidente da FAET e homem de confiança da senadora Kátia Abreu, ferrenha adversária do senador Vicentinho Alves e do deputado federal Vicentinho Júnior.

Não se sabe ao certo se, a articulação que trouxe para Dianópolis mais de um milhão de reais em benefícios de emendas parlamentares, articuladas por três líderes do PR, causou algum tipo de ciúme dentro do partido, ou se, o posicionamento do vereador já seria um desejo antigo e que, só esperava essa “deixa” para caracterizar a ruptura com seu grupo vislumbrando as eleições de 2018.

Procurada pelo portal SUDESTE AGORA, a assessoria do deputado federal Vicentinho Júnior disse que o parlamentar não vai se pronunciar no momento.

PANOS QUENTES;

Situações relacionadas ao vereador Manin do Zorra tem repercutido em vários portais de notícias de todo o estado do Tocantins. A mais recente polêmica envolvendo o parlamentar, diz respeito a um veículo importado Jeep Renegade, vermelho, 2016, apreendido que havia sido furtado e submetido a adulteração para facilitar sua venda. Como pode ser conferido em notícia publicada pelo Jornal do Tocantins clicando AQUI.

Confira a baixo a integra do áudio do que disse vereador na sessão da câmara municipal desta quarta-feira, 25.