Realizado pela DPE-TO, festival cultura mobiliza estudantes em Dianópolis

Publicidade

A Constituição Federal estabelece que a educação é direito de todos e dever do Estado e da família, promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Neste contexto, cumprindo a Constituição e ainda o propósito de educação em direitos, a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), em parceria com a Prefeitura Municipal de Dianópolis e Diretoria Regional de Ensino (DRE), realizou o I Festival Cultural Estudantil de Dianópolis, na última sexta-feira, 22.

Publicidade

Publicidade

A programação lotou a Praça da Capelinha com a presença de mais de mil pessoas que prestigiaram competições que envolveram música, dança, poesia e redação para eleger vencedores de escolas públicas municipais e estaduais nas categorias Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Os estudantes das escolas públicas da cidade soltaram a voz, o corpo, a criatividade e muito talento. “Eu estou muito feliz, muito emocionada porque sempre gostei de cantar, mas nunca imaginei em chegar até aqui, me apresentando pra tanta gente e ainda ser premiada por isso”, declarou Ana Clara Sousa, vencedora da categoria Música na categoria juvenil.

O defensor público José Raphael Silvério, coordenador do Nuamac Dianópolis, lembrou que o Festival é parte do projeto Defensoria nas Escolas, que tem como eixo principal a educação em direitos, onde os defensores e servidores visitam as escolas com palestras sobre estatuto da criança e do adolescente, lei de drogas, dentre outras temáticas. “Neste semestre, resolvemos desenvolver uma atividade diferente, que unisse a Defensoria e todas as escolas de Dianópolis, foi então que resolvemos realizar o festival e o concurso de redação e poesia”, declarou o defensor público.

O prefeito de Dianópolis, Padre Gleibson Moreira, destacou que o Festival é um projeto inovador que tem por objetivo despertar nos alunos da rede pública talentos escondidos que, muitas vezes, nem eles mesmos compreendem e valorizam. “Nós não poderíamos deixar de atender a Defensoria nessa parceria, porque a gente sabe da importância de eventos como esse para a nossa comunidade. Agradecemos a Defensoria porque ela realiza hoje esse evento com maestria, mostrando um trabalho muito além da assistência jurídica, da cobrança. Acreditamos no potencial de nossas crianças e temos certeza que teremos outras edições desse evento”, declarou o prefeito.

O diretor regional de Educação de Dianópolis, Adelmides José da Mata, afirmou que o Festival incentivou a educação, a leitura, escrita e expressão artística. “É uma instituição que sempre colabora na defesa do cidadão e que hoje cumpriu mais uma trabalho brilhante, contribuindo com a valorização do talento dos nossos estudantes”, declarou.

A dona de casa Maria das Neves assistiu, atentamente, a cada apresentação e torceu por seus competidores preferidos. “É tão lindo ver as nossas crianças mostrando que aqui a gente tem muito talento, estou encantada com todas as apresentações e a nossa cidade é cultural por natureza, precisa de reforço com a valorização das nossas crianças, que são os futuros artistas dessa cidade”, complementou a dona de casa.

O Festival contou ainda com a participação da defensora pública Jade Sousa Miranda, diretora regional da DPE-TO em Dianópolis, da defensora pública Sebastiana Pantoja e de servidores da regional.

Festival

O evento ofereceu premiações como caixas de som, tablets, livros, camisetas, fones de ouvido, troféus e foi custeado por colaboração dos próprios defensores públicos da regional e servidores, com a parceria da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal e Diretoria Regional de Educação, Academia Dianopolina de Letras, Associação de Pais, Amigos do Excepcional de Dianópolis (Apae) e músicos regionais.

Vencedores – Música

Ensino Fundamental I:

Ana Clara Sousa – Escola Municipal Professor Renato – 1º lugar

Ácsa Martins – Escola Municipal Santa Luzia – 2º lugar

Murilo Magalhães – Escola Municipal Batista B.H. Foreman 3º lugar

Ensino Fundamental II:

Ludmila Magalhães – Colégio João de Abreu – 1º lugar

Geovana Martins Gomes – Escola Estadual Coronel Abílio Wolney – 2º lugar

Ákila Vitória Pereira – Escola Especial Colibri. Foreman 3º lugar

Ensino Médio:

Risely Paula Alves – Colégio Antônio Póvoa –  1º lugar

Pedro Cirqueira Rodrigues – Escola Estadual Coronel Abílio Wolney – 2º lugar

Rian Oliveira Melo – Colégio Antônio Póvoa – 3º lugar

 

___

(DPE/TO – Cinthia Abreu)

Publicidade