- Publicidade -

A partir de um grupo em rede social foi formado em Dianópolis uma frente de moradores que buscam cobrar do executivo municipal e estadual melhorias em vários segmentos no município. O movimento caracteriza-se por ser apartidário e sem cunho político-eleitoral cujos participantes atuam em diversos segmentos público e privado. Violência, saúde, moradia, desemprego e infraestrutura precária das ruas. Esses são alguns dos vários problemas que Dianópolis enfrenta nos últimos anos e que pode ser pauta nas ações do grupo.

No primeiro encontro realizado nesta terça-feira, 08, no sindicato rural da cidade, foi debatida demandas da saúde, área que vive em crise no município há mais de 10 anos. De acordo com um dos interlocutores do grupo, Sólon Alexandre Póvoa, neste primeiro momento foi feita uma divisão de equipes que irão trabalhar no levantamento da real situação em Dianópolis no que diz respeito à saúde pública, ainda de acordo com o interlocutor, o grupo encaminhará ofícios às autoridades competentes apresentando o levantamento feito pelos moradores solicitando ação na melhoria dos fatores que forem apontados.

O primeiro encontro do grupo contou com moradores que atuam nas mais diversas áreas. Saúde é tema que mais preocupa. Foto: Divulgação

Cabe ressaltar que a frente formada pelos moradores não faz oposição às gestões do município ou do governo do estado, o movimento surgiu para apontar as principais demandas e que mais preocupam a população, a iniciativa que partiu dos próprios moradores pretende ainda de maneira organizada, solicitar dos representantes mais agilidade na solução dos problemas apresentados.

“Estamos, sim, diante de um cenário que envolve vários fatores que vão desde a segurança, a saúde pública, a assistência social, combate ao uso de drogas e a educação. Todas elas apresentam crises e exigem uma solução. Lutar pela cidade que vivemos e amamos é uma forma de torna-la melhor, a união dos moradores, libertos de ideologias políticas poderá em pouco tempo, ser capaz de transformar a realidade em que vivemos”. Informou Sólon Alexandre em entrevista ao portal Tocantins Agora.

Neste primeiro momento participam do grupo os seguintes moradores;

WALNER P MÁXIMO (ASMIRD)

MENON FARIAS (MF SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA)

HERMAN REZENDE PÓVOA (SELL SOUND CAR)

FERNANDA GOMES BOMFIM

MIRABIA CERQUEIRA LOPES

PIETRO LOPES REGO

AMBRÓSIO PEREIRA

ELIANE MORAIS PEREIRA

CAMILLO FELIPE COSTA

MARIA IZABEL

ELTON DIAS

LUIZ CARLOS PEREIRA

SÓLON ALEXANDRE (FISCAIS DO POVO)

NEIVA (ENGENHEIRA AGRÔNOMA)