Jalapão registra crescimento de quase 15% no número de turistas

Para manter a rica biodiversidade e o potencial turístico do Parque Estadual do Jalapão (PEJ), bem antes do início das gravações da novela da Rede Globo, O outro lado do paraíso, servidores do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), formados por uma equipa técnica, vêm discutindo medidas  rigorosas de monitoramento de visitas aos atrativos turísticos do Parque, que estão em crescimento.

Segundo o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins, Gilberto Iris de Oliveira, o fluxo de visitantes nas dunas tem aumentado ano a ano. Em 2015, foram 11.111 frequentadores. No ano de 2016, 14.493 pessoas visitaram o local. Já até o mês de setembro de 2017, foram 16.649 visitantes. “Ou seja, de 2015 para 2016, o aumento foi de 30,44%. E de 2016, para 2017, ocorreu um crescimento momentâneo de 14,87%”, esclareceu.

O gestor frisa que para controlar o número de visitantes nas dunas, o Naturatins, órgão responsável pela gestão do Parque, possui cinco servidores efetivos que trabalham em regime de escala e realizam monitoramento constante na área.

“O visitante, acompanhado ou não de um guia turístico, tem o nome registrado em uma planilha, onde são escritos os dados principais da pessoa. Isso ocorre devido à necessidade de identificar o responsável por possíveis danos ao rico patrimônio natural do Parque”. O diretor também explica que durante a contemplação da paisagem nas dunas, toda a área é monitorada por servidores da unidade de conservação, como guarda-parques e inspetores de recursos naturais, que viabilizam o uso público do local.

Nos feriados prolongados, quando o volume de turistas triplica, o Naturatins conta com o apoio do Programa Voluntário Pela Natureza, que seleciona pessoas que querem, espontaneamente, colaborar em atividades nas Unidades de Conservação (UCs) do Estado. Esses voluntários também auxiliam com informações aos visitantes. Nestes períodos, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), também atua na área do Parque. A contribuição é na realização de inúmeras ações de orientação e monitoramento dos frequentadores da unidade.

No caso do visitante optar por um operador de turismo, este profissional, além de acompanhá-lo no roteiro aos atrativos, também tem a responsabilidade de orientá-lo sobre a fragilidade dos ambientes e ecossistemas. Isso ocorre porque há condições estabelecidas para o uso da unidade, como por exemplo, é proibida a descida e subida nas dunas.

“Não é permitido entrar nos atrativos com alimentos e bebidas alcoólicas.  Somente é permitida a entrada com água. Animais domésticos, fogos de artifícios, instrumentos musicais também são proibidos, além do uso de protetor solar e maquiagem, adverte Gilberto Iris. Ele conta ainda que caso, por algum motivo, ocorra o acúmulo de lixo, é feito o recolhimento e deixado em lugares adequados, em Mateiros ou nas cidades do percurso”, finalizou o diretor.

Proteção Integral

O Parque Estadual do Jalapão (PEJ), pertence à categoria de Unidades de Conservação de Proteção Integral do estado do Tocantins. Esta a cerca de 250 km de Palmas, possui uma área de mais de 158 mil hectares e está localizado no município de Mateiros.

A beleza cênica peculiar na região surge especialmente das formações de arenito e das dunas de areias avermelhadas. Os atrativos turísticos também chamam a atenção pelos rios, lagoas, cachoeiras, corredeiras e ressurgências hídricas, conhecidas como fervedouros.

Para mais informações o interessado pode ligar na supervisão do Parque Estadual do Jalapão, no horário comercial, pelos telefones (63) 3534-1072 e 3534-1169.