PORTO ALEGRE DO TO: Prefeitura realiza audiência pública para prestação de contas

Com uma gestão transparente, cumprindo o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal 101/2000, a Prefeitura de Porto Alegre do Tocantins, por meio da Empresa de Consultoria Pública, HP de Freitas, realizou audiência pública para prestação de contas referente ao 2° semestre de 2018 e 1°, 2° e 3° bimestre de 2019. 
A audiência, que foi realizada na manhã desta quarta-feira, na sede da Câmara Municipal, contou com a presença de secretários municipais, vereadora Diane Rodrigues, vereador Luiz de Lira, departamento de contabilidade, prefeito, Rennan Cerqueira e comunidade.
Foram apresentados informações oficiais sobre os investimentos gerais  da administração municipal, dados financeiros dos fundos das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Assistência Social e balanço das demais Secretarias vinculadas à gestão.
De acordo com o consultor, Herson Pires de Freitas, além de cumprir com a determinação da Lei Federal, a audiência teve o propósito de demonstrar e avaliar as metas fiscais cumpridas pelo município. “Uma gestão pública precisa estar sempre pautada na transparência e na democracia. A Prefeitura de Porto Alegre do Tocantins cumpre o que determina a LRF e demonstra para a população o zelo com o que é público, levando as informações sobre toda movimentação financeira da gestão. Isso também faz parte de uma gestão transparente e eficiente”, destacou.
O prefeito, falou sobre o balanço financeiro da gestão. “Estamos adentrando no final de mais um ano de trabalho. Entre os destaques deste trabalho à frente do nosso município, enfatizamos a transparência dos atos públicos, onde toda informação aqui apresentada, consta em nosso portal da transparência, assim como pede os órgãos de fiscalização. Temos uma equipe de profissionais qualificada, que diariamente mostram as metas alcançadas nesta gestão, apresentando resultados positivos. Essa audiência é mais uma forma de detalhar tudo aquilo que é realizado pela administração municipal”, frisou o prefeito.
Durante a audiência foi detalhada a composição das receitas do município, repasses aos fundos, à Câmara Municipal, gasto com pessoal, índices constitucionais, investimentos e despesas com demonstração de todas as ações realizadas pela administração municipal.