OPINIÃO: A insegurança pública brasileira

Publicidade

Publicidade

Escrevo este pequeno artigo para atentar ao nobre leitor, de que o Estado Brasileiro vive uma grande crise na Segurança Pública, mas quem originou essa crise; judiciário, legislativo, executivo, sociedade, ONGs? Não é o momento oportuno tentar achar um culpado, pois necessitamos urgentemente de uma solução, a bomba explodiu faz muito tempo, porém parece que os efeitos desta explosão surgiram esta semana, a sociedade clama por segurança mas, todos acima tem suas chancelas de culpa, inclusive eu que escrevo.

A Crise que assola a sociedade Brasileira é apenas um reflexo da corrupção existente no Estado, bem como o monstro que o Estado deixou crescer, nunca trataram como deveriam tratar, esse monstro que está enraizado em todo o território nacional e nos países vizinhos, as ditas “facções”. Quaisquer unidades prisionais, por menor que seja existe uma voz ativa que vai falar pelos outros (detentos), esse monstro está sendo combatido de forma errada, não adianta fechar o cerco somente no Estado do Rio de Janeiro, sendo que esse câncer está enraizado em todo o território nacional.

Um caso que chamou a atenção Nacional essa semana, foi a vítima de homicídio ou execução, a pessoa da Vereadora Marielle Franco – PSOL do Rio de Janeiro, (porém de seu motorista pouco se falou, será que uma vida é mais importante que outra?), mas o que tem haver essa notícia com o presente artigo? O partido, sites de notícias e outros clamam por uma investigação digna, investigação esta que, pasmem, será exercida pela Polícia Civil do Rio de Janeiro e a Polícia Federal (a disposição do caso), mas será que todos os outros crimes, todas as outras vítimas de homicídio ou bala perdida, terão o mesmo tratamento pelo Estado, as grávidas mortas, as crianças mortas na semana passada, será que seus  familiares terão uma investigação digna, será que o Estado vai dar a mesma atenção ao processo investigatório?

-- Publicidade --

Caro leitor a Insegurança Pública assola este País, ela está presente em todos os Estados, só para exemplificar, em 2017 foram mais de 60.000 vítimas de homicídio em nosso país, no interior, onde existia um resquício de sensação de Segurança Pública, não existe mais, a sociedade está amedrontada, pelos altos índices da criminalidade que assola a sociedade, isso é apenas um reflexo da corrupção e a inércia do Estado, inércia que está na falta de agir, fiscalizar, moralizar, investimento, dentre outras. O ponta pé inicial começou no Rio de Janeiro com a intervenção na segurança, pode acontecer erros (e já aconteceram), mas estão fazendo a intervenção no intuito de levar paz social aquela população.

Seria fácil resolver o problema do “Brasil Que eu Quero” em 15 segundos, mas não esqueça cidadão, não deixe de exercer o seu direito ao voto, isso sim é cidadania, e que estes 15 segundos na frente de uma urna eletrônica sejam bem aproveitados e exercidos, pois, se suas escolhas não melhorarem, não vão melhorar a segurança nem a educação, saúde, moradia, transportes, trabalho dentre outros. A sua escolha causa um efeito “pandemônio” na vida de todos.

Enquanto não existe um plano para resolver o problema da Insegurança Pública Nacional, você leitor, pense muito bem nas consequências de seu voto, o seu voto do passado é o reflexo de nossos atuais administradores e das nossas leis vigentes. Não esqueça que as Leis são criadas por eles, mas todas as consequências maléficas ou benéficas ficam para a sociedade.

William Wilson de CarvalhoPós Graduado em Gestão em Segurança Pública, funcionário Público do Governo do Estado do Tocantins.