Amastha reafirma que o Estado precisa criar condições favoráveis para empresas gerarem emprego

Publicidade

Publicidade

“O Estado tem que ser o indutor de desenvolvimento e o criador de incentivos para que o setor privado gere empregos para a população”, afirmou o candidato a governador do Tocantins pela Coligação A Verdadeira Mudança, Carlos Amastha (PSB), durante visita nesta segunda-feira, 3, à empresa Encanel, uma das principais lojas material de construção de Palmas. Ele conversou com clientes e funcionários da loja sobre as propostas do seu plano governo, o PG-40, principalmente no que se refere à economia tocantinense.

O candidato reafirmou seu compromisso de desonerar a produção e incentivar o crescimento econômico. “Precisamos parar de cobrar tanto imposto e acabar com a política de arrecadação para pagar as contas do estado. Política tributária e segurança jurídica para os investidores serão as chaves para o desenvolvimento e crescimento do Tocantins, garantiu.”

-- Publicidade --

O estudante de contabilidade e funcionário da empresa Klisma da Silva está de acordo com a visão de governo que Amastha tem para o Tocantins. “Ainda não vimos no Tocantins alguém com essa proposta de trazer novas empresas e baixar a carga tributária, que diretamente vai influenciar na economia do Estado, gerando emprego e renda. Isso vai ser bom para a população. O Amastha representa o novo e quer ver o Estado crescendo tanto em receita, quanto em habitantes e em qualidade de vida.”

Palmas é exemplo

É o que Amastha, como prefeito, fez em Palmas, com grandes campanhas em parceria com os empresários e investimentos em eventos locais, nacionais e internacionais, como o Palmas Capital da Fé, o Festival Gastronômico de Taquaruçu e os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, que atraíram turistas do interior do Estado, do Brasil e do mundo, aquecendo os mais variados segmentos da economia palmense e fazendo com que a Capital passasse sem sustos por uma das piores crises econômicas do País.