Deputado Federal Vicentinho Júnior apresenta a Ministra da Agricultura Tereza Cristina seu relatório setorial para 2020

Relator Setorial da Agricultura, do Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2020, (PLN22/2019-CN) o deputado federal Vicentinho Júnior (PL-TO), apresentou nesta segunda-feira, 09, à Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, o seu relatório que foi entregue à Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional.

Vicentinho Júnior evidenciou que foram priorizadas áreas fundamentais para o desenvolvimento e consolidação do Setor. No relatório, o parlamentar sugeriu a destinação de recursos adicionais para Assistência Técnica e Extensão Rural, Sanidade Agropecuária, Desenvolvimento de Pesquisas na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e valorização das carreiras de fiscais agropecuários e servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O Parlamentar pontuou que a Assistência Técnica e Extensão Rural possibilita o desenvolvimento da agricultura familiar, melhora a vida do pequeno produtor, gera renda e  melhora a oferta de produtos regionais. Outro ponto abordado foi a Sanidade Agropecuária, que segundo ele, “é necessária para ampliar a competitividade no mercado externo e garantir a qualidade dos produtos agropecuários consumidos no Brasil e no exterior”.

 Sobre os recursos destinados as instituições, o deputado federal destacou que a Embrapa é responsável por desenvolver pesquisas e apresentar novas tecnologias à agropecuária brasileira. A valorização dos fiscais agropecuários assegura a manutenção dos importantes mercados conquistados para nossos produtos, em especial a carne. No caso dos servidores do INCRA, o parlamentar considera fundamental fortalecer esse órgão que promove a democratização de terra e é um eixo crucial no desenvolvimento da agricultura familiar.

Tereza Cristina agradeceu ao parlamentar pela sensibilidade demonstrada na elaboração do relatório, que contemplou atividades importantes para 2020. A previsão é de que o relatório seja votado ainda nesta quarta-feira, 11, pela CMO. O texto deve seguir para o Plenário do Congresso Nacional na próxima semana.

___

(Thaís Souza)