- Publicidade -

Os cerca de 1,6 mil servidores da Assembleia Legislativa irão receber no próximo salário, referente a maio deste ano, o auxílio-alimentação reajustado em 21%. A notícia foi dada com exclusividade pela coluna do jornalista Lailton Costa no Jornal do Tocantins.

De acordo com a coluna, o ato da mesa diretora (04/2019) reajusta o benefício de R$ 1.400 para R$ 1.700 com efeitos retroativos ao dia 1º de maio, segundo publicação de sexta-feira, 17. Segundo o Portal da Transparência do Legislativo no mês de março (último mês disponível) a Assembleia pagou R$ 2.371 milhões nessa despesa.

Se forem mantidos os mesmo 1,6 mil servidores a despesa chegaria perto dos R$ 3 milhões. O ato é assinado pelo presidente Antonio Andrade (PHS), o 1º vice-presidente Eduardo do Dertins (PPS), 2º vice-presidente Nilton Franco (MDB), 1º Secretário Jorge Frederico (MDB); 2º secretário Cleiton Cardoso (PTC), 3º secretário Vanda Monteiro (PSL), 4º secretário Amália Santana (PT).