Prof. Júnior Geo solicita ações para incentivar o desenvolvimento local das cidades históricas do Estado

O deputado estadual Professor Júnior Geo (PROS) apresentou na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), um requerimento solicitando ao Governo do Estado, a elaboração de projetos com o objetivo de incentivar o desenvolvimento local, no âmbito cultural, das cidades históricas tombadas no Tocantins.

Conforme a proposta, a solicitação surgiu por conta de uma demanda apresentada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em que apontam uma necessidade da implementação de projetos que visem apoiar as cidades que fazem parte do patrimônio imaterial do Estado com o objetivo de incentivar o desenvolvimento local.

“Precisamos valorizar e fortalecer a história do nosso Estado, por isso, apresentei esta solicitação apresentando projetos pensando no desenvolvimento local dessas cidades tão importantes para a nossa cultura e para a história do nosso Estado”, pontua o parlamentar.

No requerimento, Geo solicitou a elaboração de alguns projetos, são eles: ações que visem o fortalecimento da transmissão de saberes dos Mestres artífices; a capacitação de profissionais no campo da conservação e restauração; o fortalecimento da cadeia produtiva da construção civil tradicional; ações de identificação e reconhecimento de bens imateriais e, a restauração dos monumentos históricos que são portadores de significado para o Estado do Tocantins.

Patrimônio Material do Tocantins

A primeira ação de proteção do patrimônio cultural no Estado de Tocantins foi realizada em 1987 com o tombamento do conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico de Natividade. Desde 2008, outra área, o centro histórico de Porto Nacional, está protegida pelo Iphan. A cidade reúne algumas edificações tombadas, dentre elas está a Catedral Nossa Senhora das Mercês, o Seminário São José, a sede dos Dominicanos e o Colégio Sagrado Coração de Jesus.

 

***

Por Isadora Fontes