Governo investe em aprimoramento profissional dos servidores com concessões de afastamento para mestrado e doutorado

Primando pelo aprimoramento profissional dos servidores, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), lançou edital com concessões de afastamento para aperfeiçoamento profissional do magistério da educação básica da Seduc, nos cursos de mestrado e doutorado, para o ano de 2021.

O edital que regulamenta os procedimentos, critérios de encaminhamento e as áreas de pesquisas de interesse da educação foi publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa terça-feira, 5. Foi estabelecida para este ano a concessão de até 50 afastamentos para aperfeiçoamento profissional, sendo 40 vagas para mestrado e 10 para doutorado.

De acordo com o edital, a solicitação do afastamento deverá ser protocolada na sede da Seduc ou nas Diretorias Regionais de Educação até 30 de novembro de 2021. Conforme a titular da Seduc, Adriana Aguiar, ao oportunizar o afastamento remunerado para qualificação profissional, o Governo do Estado promove a melhoria dos serviços prestados à população.

“Além da regularidade do processo seletivo anual, a atual gestão preza pela celeridade na tramitação dos processos. Poder contribuir com o aperfeiçoamento de nosso quadro de profissionais nos traz um grande contentamento, pois ao conceder o benefício para cursar mestrado e doutorado, o governo do Tocantins demonstra a valorização dos nossos servidores, refletindo em melhorias significativas na prestação dos serviços educacionais no nosso Estado”, enfatizou a gestora da Seduc.

Entre os requisitos para solicitação do afastamento estão a comprovação da  aprovação em processo seletivo, em Instituições de Ensino Superior reconhecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes/MEC e correlação do curso escolhido com a área de formação e/ou o cargo que o servidor ocupa na Educação Básica.

O professor da rede estadual, Abrão Sousa, que se afastou das atividades laborais ano passado para cursar mestrado em Letras, pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), foi um dos contemplados com o último edital. Ele destacou que o aperfeiçoamento contribui com o desenvolvimento da Educação do Tocantins. “Agradeço à Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes pela concessão do afastamento para aprimoramento profissional. Isto demonstra o zelo em promover educação com profissionais com capacidade técnica”, ressaltou.

Ele também destacou suas expectativas em contribuir com a comunidade tocantinense com sua pesquisa. “Pesquiso a literatura produzida neste Estado, observando as características locais como falares, paisagens e características de personagens desse lugar. A literatura trata da realidade, por meio da verossimilhança. Por isso que, ao lermos algumas produções, muitas vezes nos sentimos inseridos nelas. Espero que o resultado da pesquisa contribua com a aprendizagem dos estudantes no que diz respeito à área de literatura e linguagem, sobretudo das existentes no Tocantins”, pontuou.

___

Alcione Luz/Governo do Tocantins