Musafir é afastado sob discreta comemoração de médicos

Publicidade

Publicidade

A Justiça do Tocantins determinou hoje o imediato afastamento de Marcos Musafir da pasta da saúde, a ação é resultado de dois processos que estavam em andamento e tratam da falta de médicos e falta de alimentação no Hospital de Gurupi.

-- Publicidade --

Fontes do PORTAL SUDESTE AGORA relataram a recente visita de Musafir à Dianópolis em que realizou uma tensa reunião com funcionários do HRD, estas mesmas fontes afirmam que o agora ex-secretário demonstrou total desinteresse em resolver questões urgentes da unidade e que foi bastante sisudo (para escrever algo publicável do que foi relatado).

Em janeiro deste ano o mesmo secretário também passou a responder inquérito policial do Ministério Público Estadual onde a Promotoria atribuía a Musafir a acusação de homicídio e ‘crimes decorrentes da desassistência aos pacientes da rede pública estadual e da desobediência de decisões judiciais que visavam resguardar o direito à saúde, à vida e à dignidade dessas pessoas’.

Por ser secretário de Estado, Musafir tem foro por prerrogativa de função. Mas com esta nova decisão da justiça deve ser imediatamente afastado. A nova decisão é do Juiz Nassib Cleto Mamud, da 1ª Vara da Fazenda e Registros Públicos e determinam que o Marcos Esner Musafir se mantenha afastado da Sesau, até o cumprimento e comprovação, por parte do Estado, de decisões anteriores que cobravam a solução dos problemas apontados no hospital de Gurupi.