Antigo PRB e atual REPUBLICANOS, partido de Edir Macedo está na torcida para abrigar Bolsonaro

O partido Republicanos, que estipulou como meta eleger 550 prefeitos na eleição de 2020 (10% do total), pode abrir diálogo com o presidente Jair Bolsonaro para filiá-lo, diz a Folha. A legenda, antes batizada de PRB, ganhou corpo ao redor do nome do ex-vice-presidente José Alencar, em 2006. Hoje, é controlada pela bancada evangélica ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, mas sob a direção do deputado federal Marcos Pereira (SP). Segundo o parlamentar, a sugestão para levar Bolsonaro à legenda ainda não foi debatida com o presidente da República.

Bolsonaro pode permanecer no PSL por ora, em função de entraves jurídicos que ameaçam mandatos de aliados e o recebimento de fundo público robusto. Com o presidente do PSL, Luciano Bivar, na mira da Polícia Federal, como visto na operação deflagrada nesta manhã de terça, 15, novas possibilidades dentro do partido, como a de Bolsonaro permanecer filiado, poderiam ser consideradas. Ele também poderia migrar para outro onde as conversas estão mais adiantadas, como o Patriota. Há ainda no horizonte a hercúlea tarefa de criar um novo partido.

(Com informações do BR Político)