História da dança no Tocantins é contada em obra literária contemplada pela Lei Aldir Blanc

A história de profissionais, companhias e técnicos que formam a história da dança no Tocantins foi relatada no projeto “Autobiografia do Outro”. A publicação literária terá lançamento neste sábado, 30, às 20 horas, no Centro de Artes Agulha Cenas (206 Sul).

O projeto traz pesquisa e documentação sobre a trajetória de profissionais, projetos sociais e culturais que o Estado promoveu/promove para fomentar a prática da dança profissional no Tocantins.

Como fio para articular o passado, presente e futuro, será utilizado a biografia da bailarina, diretora e produtora cultural Renata Souza, que tem mesma idade do Estado (32 anos).

A partir da estória de Renata Souza, que é diretora do Coletivo Agulha Cenas, serão contadas trajetórias dos principais profissionais da dança do Estado, como Meire Maria Monteiro (Contágius), Liubliana Moreira, Julia Liudki (projetos independentes), Márcia Regina Sommer (Em Cena), Dennis Rodrigues da Silva e Daniella Perez (Corpo de baile municipal e Cia. de Contemporânea municipal – FCP), João Vicente (Lamira Artes Cênicas – LTDA), Elton Fialho (Balé da Cidade de Palmas- FCP), Jefferson Marques (Balé Popular do Tocantins), e o Coletivo Agulha Cenas.

Projeto

A publicação terá cerca de 1 mil exemplares. O patrocínio é do Edital Emergencial, da Lei Aldir Blanc, na categoria Literatura, via Governo do Tocantins, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura e Fundo Nacional de Cultura.

Ficha técnica

Escrita biográfica e roteirista: Renata Souza

Pesquisador Jornalista: Lucas Justino

Revisor Editorial: Elton Fialho

Criação de projeto gráfico, diagramação e Fotografia: Flaviana OX

Produção: Josely Rocha

 

 

***

Cinthia Abreu