Laurez diz que discutir agora sua sucessão pode gerar “confusão”; porém há favoritos

O prefeito de Gurupi, Laurez Moreira (PSDB), reafirmou na última sexta-feira, 23, ao Jornal Folha do Tocantins, que o seu grupo político começará a discutir sucessão municipal somente em 2020, e que antecipar o assunto pode gerar ‘confusão”. À reportagem,  o gestor desconversou, e não quis adiantar nomes, disse ainda que o momento é de dar sequência à sua gestão.

Questionado diretamente pela reportagem sobre as eleições municipais do próximo ano, Laurez argumentou: “Não, política só em 2020, quero agora cuidar da administração, trabalhar, entregar, e falar na época certa sobre esse assunto.  Se antecipar política, começa virar confusão ”.

Além disso, com duas gestões à frente do Executivo da terceira maior cidade do Estado, Moreira acrescentou em sua fala, um conselho para os próximos gestores municipais: “Olha, tratem com muita seriedade, e respeito cada centavo que arrecadarem no município, gastem da melhor forma possível, economizem, para que tenham bons resultados para o povo”, disse por conseguinte.

Inaugurações de obras 

Finalizando, Laurez foi categórico em dizer que sua gestão em Gurupi é “um modelo para o Tocantins”, e que a saúde básica do município é “uma referência” para outros municípios. Disse ainda que o Centro de Reabilitação Física que está sendo construído, deixará Gurupi com destaque não somente no Tocantins, mas no Brasil.

Cenário Pré-eleitoral 

A escolha do substituto de Laurez na chefia do município ainda está bem longe de dar-se, mas as confabulações sobre pretensas candidaturas deram início há algum tempo e devem majorar. Nesse cenário político para disputa eleitoral municipal de 2020, a lista ventilada dos possíveis pré-candidatos, inicia constando os nomes dos vereadores: Jenilson (PRTB), Ivanilson (MDB), Wendel (PDT), Valdônio (PSB), e Eduardo Fortes (PSDB).

Entretanto, dentro da bancada governista na Câmara Municipal, o destaque é para Fortes, que disputou as eleições para deputado federal em 2018, onde obteve 14.451 votos totalizados (2,02% dos votos válidos), mas não foi eleito.

Mesmo não anunciado por Laurez, o favoritismo do Secretário de Saúde, Gutierres Torquato (PSDB), na linha de sucessão é apontado e comentado por assessores nos corredores da Câmara Municipal, nas conversas de bastidores e em reuniões informais. Torquato obteve 13.874 votos totalizados (1,86% dos votos válidos), ficando como 1º suplente de deputado estadual.

O Secretário tem aumentado sua visibilidade ao lado do prefeito, com as várias inaugurações na área da Saúde de Gurupi, e na infraestrutura, que acontecerão até o mês de dezembro deste ano. Mas as incertezas e imprecisões ainda permeiam em torno do nome, que pode ser constituído em meio a conjuntura política dos grupos de Oswaldo Stival (PSDB), do governador Mauro Carlesse (DEM) e Laurez Moreira.

Fora a Chapa que pode ser formada dentro da Base do Governo Municipal, foi alocado também como pré-candidatos ao paço municipal, o nome empresário Zezinho Antunes (sem partido), da ex-deputada federal Josi Nunes (PROS), do ex-vereador Kita Maciel (PSB), do Deputado Estadual Gleydson Nato, do ex-vereador Walter Júnior, e até mesmo o nome do médico e ex-vereador, Maurício Nauar (PDT), esposo da vereadora Marilis (PDT), que foi vereador de confiança da base do ex-prefeito de Gurupi, Alexandre Abdalla, que já teve sua gestão no executivo municipal vastamente criticada pelo prefeito Laurez Moreira.

Portanto, na antecipada arrancada da corrida eleitoral gurupiense, já cogitam nomes de secretário municipal, vereadores e empresários, porém, os nomes que surgem como possíveis pleiteantes à disputa pela Prefeitura de Gurupi irão passar por um processo de escolha, por meio de uma votação prévia, para o tornar oficialmente candidato à Prefeitura nas convenções das legendas de 2020, que ocorrerão entre 20 de julho e 5 de agosto. No xadrez eleitoral, os pleiteantes à disputa do paço municipal de Gurupi, certamente já estudam articulações para prováveis alianças.

________________________

Texto do jornalista Romilton Messias – (DRT 757 MTE-TO).