Mulheres recebem homenagens em sessão solene da Câmara de Palmas

Publicidade

Publicidade

A Câmara Municipal de Palmas realizou na manhã desta quarta-feira, 8, Sessão Solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Cada parlamentar pôde indicar uma mulher para ser homenageada com a entrega de um certificado e uma flor. Mais cedo, as servidoras da Casa também foram homenageadas com um café da manhã e sorteio de brindes.

O presidente da Casa, vereador Folha (PSDB), recepcionou as servidoras no hall de entrada da Câmara. Em seu discurso, ele destacou a importância do trabalho de cada uma, o cuidado da instituição para com elas e ainda anunciou a apresentação de um projeto contra o assédio. “Estamos implantando um sistema de monitoramento que irá inibir qualquer possibilidade de assédio contra as mulheres que trabalham nas dependências da Câmara de Palmas. Além disso, nós vamos apresentar um projeto para tomar medidas contra o assédio às mulheres em todos os segmentos, nos bares, nos ônibus do transporte coletivo e estabelecimentos comerciais”, explicou.

Durante a solenidade em plenário, a vereadora Solange Duaillibe (PT) falou sobre os avanços que as mulheres têm conseguido para uma sociedade mais igualitária e destacou projetos e requerimentos que apresentou em prol das mulheres. “Apresentei projeto que institui o Programa Municipal de Prevenção e Controle de Endometriose e Adenomiose na cidade de Palmas. Também requeri à Secretaria de Saúde a disponibilização de um especialista ginecologista por unidade de Saúde e a criação de brinquedoteca nas Upas”, destacou pontuando que são gestos significativos para as mulheres.

-- Publicidade --

Já a vereadora Professora Iolanda Castro (PTB) discursou sobre liberdade e respeito, e criticou a violência contra a mulher. “Precisamos ter a liberdade de dizer não, quando nós não gostamos da situação. Nós precisamos ter o respeito de estar onde nós queremos e com quem nós queremos”, disse ela. “Essa data é símbolo de uma luta e nós, os representantes políticos, precisamos entender que as políticas públicas devem com mais urgência sair do campo da teoria e entrar na prática. Uma mulher ferida, uma mulher assassinada, dói em todas nós”, concluiu.

Assim também, a vereadora Elaine Rocha (Solidariedade) relembrou as lutas femininas e defendeu que as mulheres devem permanecer firmes em seus propósitos. “Temos há apenas 91 anos o direito ao voto. Estou aqui hoje só para nos lembrar que não podemos nos cansar. Porque nós podemos, sim, mudar uma sociedade, mudar o Brasil”, defendeu.

Também utilizaram a tribuna para prestarem as suas homenagens, os vereadores Nêgo (PDT), Marilon Barbosa (União), Joatan de Jesus (Cidadania), Daniel Nascimento (Republicanos), Rubens Uchôa (União), Rogerio Freitas (PSD), Mauro Lacerda (PSB), Márcio Reis (União), Josmundo (Podemos) e Eudes Assis (PSDB), respectivamente.