Principais infrações registradas na Capital são por alta velocidade e falta de uso do cinto de segurança

A Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), divulgou amostragem que revela que as principais infrações cometidas no trânsito municipal são por condutores flagrados dirigindo sem o uso do cinto de segurança, e do abuso de velocidade. Os dados são da Diretoria de Recursos e Infrações Municipal e estabelece um comparativo com os números registrados de janeiro a junho de 2020 com o mesmo período deste ano.

 

Conforme os dados, os agentes de Trânsito e Transporte Municipal, durante os trabalhos ostensivos de fiscalização, foram responsáveis pela aplicação manual de 3.281 multas, nos primeiros seis meses deste ano. Desse total, o não uso do cinto de segurança pelos condutores corresponde a 36,30% das infrações cometidas; em seguida, com 34,41%, vem à infração por dirigir o veículo usando calçado que não se firme nos pés. No ano passado, no mesmo período, essas também foram as causas das principais infrações detectadas pelos agentes do município, representando, 47,31% e 28,87%, respectivamente.

 

Sistema eletrônico

As penalidades registradas por meio do monitoramento eletrônico, ferramentas de controle que vistoriam os desrespeitos às normas do trânsito em pontos estratégicos da cidade, somam desde o início do ano até junho, um total de 49.690 infrações. A alta velocidade superior à máxima permitida na via representa 53,15% do montante, e a segunda maior causa é o avanço do sinal vermelho do semáforo, equivalendo a 33,36%.

 

Publicidade

Publicidade

Em 2020, 136.880 multas eletrônicas foram aplicadas no período. E o excesso de velocidade no trânsito liderou também com 63,64% das infrações efetuadas no período.

 

Trabalho contínuo

A superintendente de Trânsito e Transporte, Valéria Oliveira, lembrou que a função do órgão não é somente aplicar às infrações, destacando as ações educativas na construção de um trânsito mais seguro. “As campanhas de conscientização buscam sensibilizar os condutores e a sociedade, bem como todas as pessoas que são usuárias das vias”, afirma.

 

Em Palmas, mesmo com as medidas de prevenção à Covid-19, a fiscalização viária continua sendo intensificada por todas as regiões da cidade. Seguindo também as orientações do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), para reforçar as campanhas e as ações educativas por meio das redes sociais. Além dessas atividades, as equipes dão suporte operacional nas operações integradas de fiscalização aos cumprimentos dos decretos de enfrentamento à pandemia, e agem diante das infrações constatadas no trânsito. O trabalho de fiscalização das medidas sanitárias é realizado com o apoio das demais forças de segurança.