Em agenda positiva, Vice-governador Wanderlei Barbosa ouve demandas de moradores de Filadélfia e visita Monumento das Árvores Fossilizadas

Moradores solicitaram pavimentação e auxílio na liberação da construção do posto fiscal da cidade

Continuando a agenda municipalista do Governo do Tocantins, o vice-governador Wanderlei Barbosa esteve neste sábado, 26, em Filadélfia, norte do Estado, conhecendo a comunidade, ouvindo as demandas da população e visitando o Monumento das Árvores Fossilizadas. O gestor foi recepcionado pelo prefeito da cidade, Davi Bento, seu secretariado, alguns vereadores e o deputado estadual Issam Saado. 

De início, o prefeito Davi Bento entregou um ofício ao Vice-governador, solicitando recursos para a pavimentação asfáltica da rodovia estadual TO-424, que liga Filadélfia e Babaçulândia, em um trecho de 45 km. “Queremos que olhe por Filadélfia também no Turismo. Nós estamos na rota do turista. Muitos não conhecem o potencial de nossa cidade. Precisamos muito da ajuda de vocês. O município é muito grande, temos uma malha de estradas vicinais enormes”, explicou o gestor do município.

Além da pavimentação, o prefeito também solicitou auxílio na liberação da construção do posto fiscal da cidade. “Já temos o local preparado, recursos. Apenas precisamos de um start do Governo para iniciar as obras, já que a gestão é feita pela Secretaria da Fazenda”, destacou Davi Bento.

Em resposta, o vice-governador Wanderlei Barbosa garantiu que o secretário de Estado da Fazenda e Planejamento, Sandro Henrique Armando, iniciará os estudos para a implantação do posto fiscal em Filadélfia. “Há a necessidade de um posto aqui. Apenas na minha vinda para cá vi inúmeros caminhões indo e vindo e isso precisa ser melhor controlado”, disse o Vice-governador.

Bielândia

A comunidade de Bielândia fica a 55 km de Filadélfia e acomoda centenas de famílias na vila e também em assentamentos rurais. O Vice-governador foi apresentado aos moradores pelo líder local, Francisco de Assis Martins Rocha, mais conhecido na região como Chico Doido. O líder local e o prefeito Davi Bento solicitaram pavimentação asfáltica na pequena comunidade. 

Presidentes de assentamentos também estiveram na reunião e solicitaram a perfuração de um poço artesiano, rede de distribuição de água, dentre outros.

Publicidade

Publicidade

Monumento das Árvores Fossilizadas

Na oportunidade, o vice-governador Wanderlei Barbosa conheceu a sede do Monumento das Árvores Fossilizadas (Monaf), onde existem na região diversos sítios paleontológicos naturais, raros e singulares. No local, são encontrados fósseis de árvores pré-históricas com idade entre 295 a 252 milhões de anos. Em simples termo, existem florestas petrificadas na região.

O Monaf não tem domínio público, pois toda a área fica dentro de propriedades rurais, porém, é protegido por lei e gerido pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). Desta forma, o prefeito e comunidade pedem atenção ao local, pois tem grande potencial turístico, científico e acadêmico.

O vice-governador também garantiu que irá buscar mais atenção com o governador Mauro Carlesse. “Não podemos deixar este grande potencial adormecido. Vamos buscar recursos para alavancar o Turismo na região, assim, gerando emprego, renda e fomentar a economia local”, destacou Wanderlei Barbosa.

Presenças

Durante as visitas, estiveram presentes os deputados estaduais Issam Saado e Olyntho Neto; o prefeito de Palmeirante, Raimundo Brandão; o prefeito de Babaçulândia, Franciel Gomes; e o presidente da Câmara de Vereadores de Filadélfia, Joãozinho da Ambulância.

 

***

Brener Nunes/Governo do Tocantins