- Publicidade -

BASTIDORES

O ministro do STF Gilmar Mendes concedeu há pouco liminar suspendendo a prisão preventiva de Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto. Ex-diretor da Dersa (empresa de desenvolvimento rodoviário do governo estadual de São Paulo) durante os governos do PSDB em São Paulo, Souza está preso desde o início de abril. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Federal por formação de quadrilha, peculato e inserção de dados falsos em sistema público de informação.