Governo do Tocantins amplia número de vagas para a Educação Indígena e estabelece novo prazo de inscrições do concurso

Conforme edital, serão mais 78 vagas, sendo 53 vagas para coordenador pedagógico e 25 vagas para orientador educacional nas escolas indígenas

Publicidade

Publicidade

Com a oferta de 5.242 vagas, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Administração (Secad) e da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), publicou no Diário Oficial do Estado nº 6.291 dessa quinta-feira, 16, a prorrogação do período de inscrições para o concurso público da educação até o dia 10 de abril. A remuneração inicial prevista para o professor da educação básica é de R$ 4.826,20.

Além de prorrogar o prazo das inscrições, também foi publicado no DOE nessa sexta-feira, 17, o edital nº 03/2023, para atender demanda apresentada por representantes dos povos indígenas em audiência pública, acrescentando 78 vagas para a educação indígena. Além das 142 para professor da educação básica, foram criadas 25 para orientador educacional e 62 para coordenador pedagógico. Os editais de retificação estão disponíveis no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Após as análises e parecer favorável da Comissão do Concurso, o secretário da Educação, Fábio Vaz, autorizou a publicação de um novo edital para provimento de cargos de coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais, nas escolas indígenas que atendam aos critérios da Instrução Normativa 02/2023. Conforme a IN serão ofertadas 78 vagas, sendo 53 vagas para coordenador pedagógico e 25 vagas para orientador educacional.

O secretário Fábio Vaz destacou que o certame também visa atender as especificidades das escolas indígenas do Tocantins. “O certame considera as especificidades socioculturais de cada povo, visto que ofertamos um ensino bilíngue e estamos ampliando o número de vagas para que profissionais cada vez mais qualificados possam atender os nossos estudantes indígenas. Essa ampliação também é fruto do diálogo com as lideranças  que trouxeram algumas reivindicações nesse sentido”, ponderou.

A audiência pública foi realizada no dia 9 de março na sede da Procuradoria da República no Estado do Tocantins, com representantes das comunidades indígenas, o Ministério Público Federal (MPF/TO), a Fundação Nacional do Índio (Funai/TO), Núcleo Especializado de Questões Étnicas e Combate ao Racismo (Nucora) da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e representantes da Comissão do Concurso.

Certame

A inscrição deve ser realizada por meio do link https://conhecimento.fgv.br/concursos/secad.to até 10 de abril. Com a prorrogação, os candidatos têm até 11 de abril para efetivar o pagamento da taxa de inscrição. O valor da taxa de inscrição é R$ 150, vale destacar que os candidatos às vagas para a educação indígena terão isenção na taxa de inscrição.

As provas estão agendadas para o dia 11 de junho de 2023, e serão realizadas em sete municípios tocantinenses: Araguaína, Araguatins, Arraias, Gurupi, Miracema do Tocantins, Palmas e Paraíso do Tocantins.

O edital completo, as retificações e demais informações estão disponíveis no Diário Oficial do Estado do Tocantins e no site da Fundação Getúlio Vargas, no endereço eletrônico https://conhecimento.fgv.br/concursos/secad.to.

As vagas atenderão 137 municípios do Estado, com exceção de Monte Santo e Chapada da Areia, que ainda não possuem escolas estaduais. Os interessados poderão concorrer aos seguintes cargos ofertados:

Professor da Educação Básica – Orientador Educacional (264)

Professor da Educação Básica – Coordenador Pedagógico (249)

Professor de Arte (192)

Professor de Ciências Biológicas (498)

Professor de Educação Física (328)

-- Publicidade --

Professor de Física (194)

Professor de Geografia (309)

Professor de História (344)

Professor de Letras Português/Redação (1.073)

Professor de Letras/Inglês (279)

Professor de Letras/Espanhol (8)

Professor de Matemática (966)

Professor de Química (197)

Professor de Sociologia (62)

Professor de Letras/Libras (6)

Professor da Educação Indígena (143)

Coordenador Pedagógico Indígena (53)

Orientador Educacional Indígena (25)

 

 

***

Lenna Borges/Governo do Tocantins