Prorrogado até dia 10 de março prazo de inscrição para o Programa Centelha no Tocantins

Publicidade

Publicidade

Interessados em apresentar propostas de inovação para obtenção de apoio financeiro na forma de subvenção econômica e Bolsas de Fomento Tecnológico e Extensão Inovadora têm até dia 10 de março para fazer inscrição para concorrer ao Programa Centelha, que estimula a criação de empreendimentos inovadores. O programa vai contemplar 25 projetos, cada um com valor de até R$ 53.333,34 em subvenção econômica, além de outros benefícios oferecidos pelo programa e parceiros. Os interessados podem realizar as inscrições através do site www.programacentelha.com.br.

Na primeira fase do Programa Centelha, os interessados deverão apresentar suas ideias de negócio e a equipe de trabalho. O objetivo é verificar se a ideia é inovadora traz benefícios para a região e o seu potencial de mercado. Na segunda fase, os selecionados devem, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio com o objetivo de demonstrar as chances de a ideia gerar um bom negócio.

Por fim, a terceira fase consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas são oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio.

Para o professor Jeferson Morais, diretor do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Unitins, o Programa Centelha é uma forma de promover viabilização para o pesquisador que, muitas vezes, realiza uma pesquisa com potencial de impactar toda comunidade em que está inserido, mas que por vezes faltam estratégias e os recursos necessários para implementá-lo.

-- Publicidade --

A coordenadora de Difusão Tecnológica do NIT, Priscila Cardoso, ressalta que o programa busca justamente garantir apoio financeiro para ideias que, às vezes, não foram executadas por falta de recursos. “É um projeto que visa tirar ideias do papel e levá-las para o mercado, com condições de virar empreendimentos de sucesso”, destaca a gestora.

Para o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt) , professor Márcio Silveira, o prazo ter sido prorrogado dá oportunidade para mais ideias inovadoras serem cadastradas. “Até o momento foram cadastrados 87 projetos, mas sabemos que o nosso Estado tem muito mais pessoas com boas iniciativas. Então, você que tem uma ideia que pode mudar a vida de alguém, se inscreva”, convida o presidente.

Programa Centelha

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador. Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação Certi. No Tocantins, o programa é executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt) e Universidade Estadual do Tocantins (Unitins).