Em Araguaína, Polícia Civil conclui investigações e indicia homem por tentativa de homicídio

Crime teria sido motivado por desavenças durante o segundo turno das eleições presidenciais de 2022

Publicidade

Publicidade

Uma tentativa de homicídio ocorrida em Araguaína, em 30 de outubro de 2022, dia do segundo turno das eleições presidenciais, na qual um homem foi alvejado por disparos de arma de fogo, foi completamente elucidada pelo Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), nesta terça-feira, 25, com o indiciamento do principal suspeito pelo crime.

-- Publicidade --

As investigações foram realizadas pela 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa – 2ª DHPP de Araguaína e como explica o delegado da unidade, Breno Eduardo Campos Alves, na referida data, dois motociclistas foram alvejadas por disparos de arma de fogo nas proximidades do setor Costa Esmeralda, logo após o resultado das eleições. As vítimas trajavam roupas alusivas a um candidato à presidência e alegaram que esta poderia ser a motivação do crime.

A investigação

Durante o trabalho investigativo, a 2ª DHPP conseguiu identificar o atirador. “Foi possível constatar que o autor efetuou os disparos de arma de fogo após ter o vidro de seu carro quebrado pela vítima”, frisou a autoridade policial.

O delegado Breno Alves pontuou que tratou-se de um crime de difícil elucidação, mas com as diligências realizadas a autoria foi devidamente comprovada, tendo o autor confessado a autoria dos disparos. Com o encerramento do inquérito policial, o procedimento foi remetido ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para a realização das providências legais cabíveis.