Dia do Administrador: As três maiores lições que a pandemia pode ensinar para pequenos e médios empreendedores

Com as pessoas passando a maior parte do tempo em casa, além de outras medidas mais restritivas referentes ao isolamento social, muitas empresas de pequeno e médio porte foram obrigadas a encerrar suas atividades durante a pandemia da covid-19 no Brasil. De olho nisso, o governo disponibilizou, no último mês, mais R$ 12 bilhões para o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), além dos R$ 15,9 bilhões que já haviam sido direcionados para essa linha de crédito.

Contudo, para essas empresas que vão receber o apoio do programa, não basta o incentivo financeiro, é momento de repensar as práticas do negócio e inovar nos processos. E, neste Dia do Administrador, 9 de setembro, tendo em vista o cenário nada favorável para aqueles que ainda empreendem no Brasil, Gislaine Simões, diretora da Unopar Palmas, elencou as três principais lições que a pandemia pode ensinar aos pequenos e médio empreendedores e seus negócios:

  1. Fazer do limão uma limonada  Muitas mudanças impactaram diretamente os negócios: a distância deixou de ser um problema, o Brasil viu as empresas de todos os setores adaptarem o modus operandi de produção e venda, e, por mais incrível que possa parecer, os frutos só foram positivos. O e-commerce passou a ser obrigatório para o cliente e, em paralelo, a inovação passou a fazer parte dos processos de uma empresa. Além disso, as relações de trabalho precisaram ser repensadas e os recursos otimizados. Mesmo em meio a tantas mudanças e adaptações que se fizeram necessárias, o administrador não deve enxergar esse novo cenário como um problema – mesmo que pareça desafiador, o momento precisa ser encarado como um mundo de oportunidades se abrindo;

  1. Muita gente talentosa desempregada  É hora de investir em conhecimento e não em infraestrutura. Pessoas são o bem mais precioso de qualquer organização e agora é a melhor hora para contratar grandes talentos que estão dispostos a negociar, seguindo a regra clássica da oferta e demanda. Nenhuma máquina tem a melhor ferramenta para superar uma crise: criatividade. E convenhamos que o brasileiro tem muitas vantagens, quando a expertise que procuramos é a capacidade de inovar e enxergar uma saída;

 

  1. Atração de novos clientes  É triste, mas realidade. Com a concorrência mais baixa devido aos inúmeros fechamentos e falências de empresas, este é um bom momento para a prospecção de novos clientes, além de, claro, manter os que já são fiéis. É o momento para dar atenção aos detalhes, oferecer uma experiência de compra impecável do começo ao fim e tratar de perto essas pessoas que vão conhecer seu negócio. O atendimento de excelência pode sim ser a principal solução para salvar uma empresa depois dessa crise.

Sobre a Unopar

Fundada em 1972 e credenciada como universidade em 1997, a Unopar é referência em inovação e é reconhecida pela vanguarda acadêmica em seus cursos de graduação, extensão e pós-graduação lato e stricto sensu. Presente em Londrina, Arapongas, Bandeirantes, Cascavel e Ponta Grossa, além de atuar com polos de educação a distância distribuídos por todos os Estados brasileiros, a Unopar presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde, Escritórios e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Unopar oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. Em 2011, a Unopar passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse: http://www2.unopar.br.

Kroton

A Kroton, que faz parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira e uma das principais organizações educacionais do mundo, atende ao mercado B2C do Ensino Superior, levando educação de qualidade em larga escala. Presente em mais de 900 municípios em todo Brasil, a companhia conta com 176 unidades próprias, 1.410 polos de ensino a distância e mais de 844 mil estudantes, sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar. Transformar a vida das pessoas por meio da educação, formando cidadãos e preparando profissionais para o mercado, é a missão da instituição, que trabalha para continuar concretizando sonhos em todos os cantos do país. Para mais informações acesse: www.kroton.com.br.