PESQUISA EM DIANÓPOLIS: Gestão de Pe. Gleibson Moreira tem aprovação de 49,5% e reprovação de 30,2%

Publicidade

Publicidade

Dando seguimento a publicação dos resultados levantados pelo portal sudeste agora em que avalia os governos federal, estadual e municipal passamos agora à apresentação da primeira avaliação publicada que mediu a satisfação dos moradores de Dianópolis em relação às ações dos onze meses de gestão do prefeito Padre Gleibson Moreira.

Ao todo, entre os dias 25 de outubro e 18 de novembro o portal realizou 290 entrevistas nos bairros Novo Horizonte, Bela Vista, Nova Cidade, 7 de Setembro/Cavalcante, Santa Luzia e no centro de Dianópolis. Estudantes do IFTO também foram entrevistados, naquele momento a consulta também mediu as intenções de votos para a eleição de diretor que acontecia no instituto, acertando com margem de erro inferior a 5% para o resultado oficial.

No questionário padrão para a cidade haviam onze perguntas de múltipla escolha. Avaliando o governo de Temer, Marcelo Miranda, Padre Gleibson e ainda a satisfação da população com a atuação dos vereadores de Dianópolis. Moradores também foram ouvidos sobre satisfação com os serviços de limpeza pública e com relação à saúde do município.

Na segunda-feira 20, o portal levou ao ar a pesquisa de avaliação do presidente da república Michel Temer que atingiu uma reprovação de 81,5% na linha contrária, apresentamos hoje pela manhã os resultados que avaliaram o colega de partido de Temer e governador do Tocantins, Marcelo Miranda, o peemedebista tem em Dianópolis aprovação de 43% dos entrevistados.

AVALIAÇÃO DO PREFEITO PADRE GLEIBSON MOREIRA

  1. Com relação ao governo do prefeito Padre Gleibson Moreira, você:

(   ) APROVA   (   ) DESAPROVA  (  ) NÃO OPINA/NÃO SABE

  1. Como avalia o governo do prefeito Padre Gleibson Moreira?

(   ) ÓTIMO   (   ) BOM  (   ) REGULAR  (   )  RUIM  (   ) PÉSSIMO

Estas foram as duas questões dispostas aos entrevistados no questionário, para a primeira pergunta chegou-se à soma de 49,5% para aqueles que aprovam os onze meses de gestão de Gleibson. 30,2% são o total de entrevistados que reprovam a gestão e 20,3% não opinaram ou não souberam responder.

-- Publicidade --

Já na avaliação o índice dos que consideram que esta é uma boa gestão é de 40,7% os demais percentuais marcaram os seguintes dados;

Ótimo: 20%

Regular: 10%

Ruim: 6,9%

Péssimo: 22,4%

Durante este dias de pesquisa e estando também no campo realizando aplicação do levantamento, a leitura que faço é que estes dados demonstram que a população ainda credita em Gleibson Moreira a sua boa-fé. É muito importante sentir o que as ruas dizem, a aprovação do prefeito não quer dizer que todos estejam batendo palmas, mas que as pessoas estão confiantes de que as dificuldades encontradas pela nova gestão ao assumir, podem, a partir de a gora serem contornadas. Não se pode esquecer ainda o que mais clamou a campanha de Padre Gleibson nas eleições de 2016, quando todas as suas mídias e militantes pediam que o ex-gestor, Reges Melo arrumasse a casa para que a mudança dos vitoriosos no pleito pudessem mostrar, com a casa organizada, como é que se governa. Isto provavelmente não aconteceu já que em onze meses de gestão a equipe de Padre Gleibson ainda parece estar emperrada diante de algumas situações, isto é o que dizem inclusive muitos dos vereadores que defendem a gestão.

Nestes onze meses de gestão, Gleibson pouco se relacionou com o legislativo da cidade, o que pode denotar alguma fagulha de insatisfação do prefeito ou de sua equipe de conselheiros que podem não estar observando os aspectos políticos deste comportamento.

Panos quentes nesta observação, o prefeito tem ainda a oportunidade de dizer ao que veio, a partir de 2018, um ano eleitoral, Moreira deverá pensar em começar a construir o seu legado, caso queira e assim como espera seus eleitores, escrever seu nome como gestor nos pilares desta cidade.

Assim como ouvi de muitos que entrevistei nesta pesquisa, parece que o momento, ainda, é muito cedo para dizer algo mais da gestão. O que noto é que o voto de confiança não perdeu sua validade, alguns estão revoltos com as situações de seus bairros, ruas e preocupados, agora que o tempo de chuva chegou com tudo.

Padre Gleibson ao chegar no final do primeiro ano de seu mandato recebe uma boa avaliação e, ainda tem muito tempo para fazer diferente e colocar em prática o discurso que o tornou preferido nas urnas. Contudo, o tempo passa rápido, e muitas vontades não podem esperar.