Eduardo Gomes em três dias é visto com Kátia Abreu, Amastha e Siqueira

Publicidade

Publicidade

Eduardo Gomes é ex-deputado federal, iniciou sua carreira política como vereador de Palmas e rapidamente chegou à câmara federal.

Seu poder de articulação sempre o manteve como um dos principais líderes em ascensão no Tocantins. Na eleição de 2014 Gomes foi derrotado por Kátia Abreu quando disputou vaga para o senado, vale a pena lembrar, por uma margem menor que 1%.

De sábado 23 a esta segunda-feira 25, Eduardo Gomes provou que continua sendo um diplomata em suas relações políticas em eventos diferentes se reuniu com Kátia Abreu e Carlos Amastha que são pré-candidatos ao Araguaia na eleições do ano que vem. Nesta segunda-feira 25, Gomes divulgou ainda a visita que fez à residência de seu padrinho político e também pretenso candidato ao senado Siqueira Campos.

-- Publicidade --

Questionado que rumo seguirá em 2018, Eduardo Gomes desconversa, faz a fala de apaziguador e diz estar consultando amigos, família e apoiadores antes de cogitar a possibilidade de disputa para qualquer cargo.

Seu pai foi o poeta José Gomes Sobrinho, importante e marcante escritor tocantinense que tinha a seguinte frase como seu bordão; “divergir é um direito, respeitar é uma obrigação”, foi desta forma que Gomes explicou seus encontros com os três dos principais expoentes e possíveis adversários nas próximas eleições.

O assunto foi repercutido com exclusividade pelo portal do extremo norte do estado Folha do Bico