Governo do Tocantins inicia a emissão da nova Identidade Nacional mais inclusiva para a comunidade LGBTI+

Publicidade

Publicidade

No mês da Visibilidade Transexual, o Governo do Tocantins inicia a emissão da Carteira de Identidade Nacional (CIN) mais inclusiva, que retirou o campo “sexo” e unificou o campo “nome”, sem distinção entre o nome social e o nome de registro civil.

De forma gratuita, a nova Carteira começou a ser emitida no Tocantins, dia 12 de janeiro pelo Instituto de Identificação da Secretaria de Segurança Pública (SSP/TO) e marca um novo tempo na garantia de direitos humanos em todo Brasil, sobretudo dos homens e mulheres transexuais, como reforça o diretor de Diversidade e Inclusão Social da Seciju, Wemerson Lima.

-- Publicidade --

É uma honra fazer parte da história que está sendo reescrita de forma mais inclusiva. O nosso papel é garantir direitos fundamentais e acompanhamos todo o processo e hoje, poder viver esse momento histórico no mês da visibilidade transexual, é muito importante para dar notoriedade às mulheres e aos homens transexuais”, enfatiza o diretor e reforça o convite às pessoas transexuais.

Mais inclusão

O novo documento atende a um pedido do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania fortalecendo a garantia de direitos da comunidade LGBTI+ e pode ser feito no Instituto de Identificação pelo site da SSP (https://iito.ssp.to.gov.br/servicos), apresentando a certidão de nascimento ou de casamento.

***

Por Márcia Rosa/Governo do Tocantins

Edição: Marcos Miranda/Governo do Tocantins