Carlos Amastha é mesmo um político “POP”

Publicidade

Publicidade

 

Se a recepção do prefeito de Palmas no aeroporto de Dianópolis foi sem muita “pompa”, a visita do maior líder do PSB do Tocantins em Dianópolis em nada deixou a desejar. Amastha deixa sua marca de cordialidade e carisma por onde passa, confira a entrevista exclusiva do mais novo líder político do estado ao portal Sudeste Agora;

SUDESTE AGORA!: Prefeito na sua perspectiva como o sudeste do estado pode potencializar suas qualidades e o que seu grupo político tem planejado em especial para Dianópolis?

CARLOS AMASTHA: Primeiramente quero parabenizar Dianópolis, eu estive acompanhado o Padre Gleibson desde o início da campanha, volto hoje e encontro uma cidade totalmente diferente do que pude ver anteriormente, uma cidade limpa, arrumada, organizada com sua iluminação e jardins impecáveis. Principalmente vejo paixão na atuação do prefeito e considero isso muito importante. Tenho conversado com muitas pessoas e principalmente com comerciantes locais e percebo que a cidade não parou, pelo contrário cresceu seu movimento, Dianópolis é famosa pelo seu empreendedorismo e está na hora, sem lugar a dúvidas, de implantar projetos que potencializem o trabalho destes empreendedores. Dianópolis deve se consolidar como potência regional nos seus serviços de comercio, agronegócios, tanto na pecuária como na agricultura, aqui tem tudo para se tornar uma grande referência, estive inclusive conversando com o presidente da associação comercial da cidade (Weberly Marques) e mais alguns empresários sobre parcerias e trocas de experiências entre as cidades, nós de Palmas que estamos um pouco mais à frente no segundo mandato, temos muitos projetos e programas que podem servir de exemplo para desenvolvimento econômico de Dianópolis. Temos modelos de educação e de saúde que estão sendo muito bem sucedidos, acredito que a gente pode ajudar a impulsionar essa distância e esse caminho que Dianópolis tem marcado pelo seu pulso empreendedor.

SUDESTE AGORA!: Prefeito, o que o senhor tem a dizer sobre a recente migração de prefeitos e líderes do PSB que desembarcaram no PSDB, isto preocupa politicamente o senhor ou enfraquece o grupo que representa?

-- Publicidade --

CARLOS AMASTHA: A força política não me intimida, veja você que nós tivemos o maior número de votos em 2016 e 2018 teremos ainda mais! Essa velha política, eu sempre digo, é a pior das doenças que a sociedade possa ter, eu não posso ficar magoado com prefeitos que não sigam as ideias e compromissos formados com o partido, isso não é política, isto é aquela péssima política que a gente precisa expurgar não só no Tocantins mas no Brasil. Então eu refirmo que estou totalmente à vontade, eu tenho certeza que estes prefeitos não migraram de legenda por convicção política mas por necessidade, sujeitos à alguma situação e infelizmente faz parte do momento e penso que a gente só poderá ter representantes dignos, decentes e honestos quando elegermos pessoas que não vejam a política como um negócio mas que vejam na política uma maneira de transformar a sociedade.

SUDESTE AGORA!: Há uma notícia em destaque no cenário nacional que para muitos beira o ridículo e se trata do que se acostumou chamar de “PEC Amastha” e que tenta impedir que o senhor seja candidato ao governo do estado ou ao senado. O que o senhor tem a dizer sobre este projeto que tramita no congresso?

CARLOS AMASTHA: Kim, você disse tudo, é um projeto que beira o ridículo. Em pleno 2017 algumas figuras do baixo clero do congresso brasileiro e que não tem nenhum compromisso com nada, que entram na política pra fazer negócio, pensam em alterar a constituição brasileira para impedir que alguém seja candidato ao governo, isto é um absurdo! Soa ridículo e é uma aberração e obviamente, jamais, o parlamento brasileiro permitiria, mas por incrível que pareça isso existe e é triste por que é puro medo de pessoas que não ganham no voto e não propõe coisas melhores e procuram uma alternativa de ganhar de outro candidato“furando a constituição”. Isto é realmente vergonhoso para todos nós.

SUDESTE AGORA!: Prefeito há outro destaque na imprensa do estado que diz respeito da sua aproximação política da Senadora Kátia Abreu. Isso existe? Está sendo articulado? Há a possibilidade de uma união do seu grupo com o grupo da senadora?

CARLOS AMASTHA: Olha, nós não podemos isolar Palmas, aliás já estamos isolados, a gente tem uma maioria contra do congressistas, tanto deputados federais quanto senadores, e pretendo né, o impossível, superar essa maneira de “todos contra o Amastha” que uma maneira de tentar impedir que uma nova política se afirme a nível de estado. Para “eles” a política é um meio de vida, para mim a política é um meio de servir ao povo que me deu essa oportunidade e que me passou essa responsabilidade. Então, conversar, a gente conversa com todos aqueles que queiram colaborar e ajudar a Palmas, eu acho que tenho sido muito coerente nas atitudes, para mim, período político é uma coisa e gestão é outra. Qualquer senador e qualquer deputado federal que quiser colaborar com Palmas será muito bem vindo e será muito agradecido. Isto não implica nenhum compromisso político. Evidente que, aqueles que se aproximam da cidade e queiram contribuir com Palmas, possam se aproximar também politicamente.

Carlos Amastha finalizou a entrevista desejando sucesso ao Portal Sudeste Agora e parabenizando seu diretor pela iniciativa de empreender, afirmou ainda que sucesso desta iniciativa possa representar o sucesso do Tocantins na imagem daqueles que criam novas oportunidades.