Vicentinho Júnior, recordista em emendas pagas para a Saúde e Educação do TO; quase R$9 milhões

Publicidade

Com um perfil municipalista, o deputado federal Vicentinho Júnior (PL) não tem medido esforços para proporcionar aos tocantinenses maior qualidade de vida, por meio da destinação de recursos. No mês de agosto, o parlamentar conseguiu a liberação de pagamentos e empenhos de R$8.507.852,20 destinados à saúde e educação do Tocantins.

Publicidade

Publicidade

Ao comemorar mais esta conquista para os municípios, o deputado federal, falou da luta diária em prol de levar desenvolvimento para a população. “Em Brasília não nos cansamos de visitar Ministérios, despachar ofícios e por muitas vezes passar tardes aguardando para sermos atendidos. Fico muito feliz em poder compartilhar mais esta conquista, pois cada demanda que recebemos é levada adiante afim de apresentarmos uma alternativa”, disse.

O deputado, nas últimas semanas ganhou destaque por ser o mais recente alvo de ataques por parte de um “militante político-jornalista” conhecido por compartilhar seus vídeos em WhatsApp com opiniões ácidas aos opositores de quem defende.

Vicentinho Júnior frisou sua gratidão pelo povo tocantinense que o credenciou para representá-los, assim como o bom trânsito junto ao Governo Federal que não tem medido esforços para proporcionar benefícios ao Estado. “Esta é a nossa forma de trabalhar, mais que discurso temos apresentado resultados. Estes empenhos extraorçamentários para a educação são alguns dos frutos de muito trabalho, assim como o pagamento para a saúde, oriundos de emendas individuais”, pontuou. 

Conforme o deputado federal, só este ano, com emendas individuais, de bancada, extraorçamentária, convênios e propostas voluntárias foram destinados quase R$ 15 milhões para 42 municípios.  Nos últimos dias foram empenhados para a educação R$3.854.124,00 para a aquisição de ônibus escolares. Em emendas individuais foram pagos à saúde R$4.653.728,20.  

Veja quanto foi indicado para cada município:

 
Barra do Ouro: (R$ 268.650,00);
Itaguatins: (R$226.550,00);
Lajeado: (R$ 271.500,00);
Maurilândia: (R$ 271.500,00);
Oliveira de Fátima (R$ 226.550,00);
Pindorama: (R$ 226.550,00);
Ponte Alta do Tocantins: (R$274.050,00);
Porto alegre do Tocantins: (R$268.650,00);
Porto Nacional: (R$ 268.650,00);
Riachinho: (R$ 271.500,00);
Rio da Conceição: (R$ 274.050,00);
Sampaio: (R$ 274.050,00);
Santa Rosa do Tocantins: (R$ 228.912,00);
São Félix do Tocantins: (R$228.912,00);
São Miguel do Tocantins: (R$ 274.050,00);

Na Saúde foram contemplados:

Aurora: (R$ 78.500,00);
Cariri: (R$ 78.500,00);
Dianópolis: (R$196.250,00);
Filadelfia: (R$500.000,00);
Itaguatins: (R$8.095,00);
Itacajá: (R$ 157.000,00);
Itapiratins: (R$117.750,00);
Lagoa do Tocantins: (R$150.000,00);
Luzinópolis: (R$196.250,00);
Natividade: (R$ 196.250,00 );
Palmas: (R$250.000,00);
Paraíso do Tocantins: (R$387.883,20);
Pedro Afonso: (R$196.250,00);
Pindorama: (R$196.250,00);
Porto Alegre do Tocantins: (R$157.000,00);
Porto Nacional: (R$100.000,00);
Riachinho: (R$196.250,00);
Rio da Conceição: (R$196.250,00);
Sampaio: (R$235.500,00);
Sandolândia: (R$117.750,00);
Santa Rosa: (R$ 117.750,00);
Santa Tereza: (R$235.500,00);
São Félix: (R$235.500,00);
Taguatinga: (R$157.000,00);
Tupiratins: (R$196.250,00)

Publicidade